BOMBEIROS: SALVAR VIDAS, EIS A MISSÃO


 
Eu tenho certeza que o contido no artigo transcrito nesse artigo surpreenderá você.
Quem poderia supor a necessidade de se ter esse equipamento em condições de ser empregado a qualquer momento no Carnaval da Sapucaí?
A explicação foi dada pela repórter no texto.
Bombeiros: salvar vidas, eis a missão.
Não importa quem, onde, quando e como,  existindo uma vida em perigo, lá estarão os Bombeiros.
"O GLOBO
01/03/2014 20h01 - Atualizado em 01/03/2014 20h07
Bombeiros trazem bote para salvar foliões que caem em canal na Sapucaí
Grupamento Aquático fica de prontidão à beira do Canal do Mangue.
Vontade de ver escolas já fez gente cair no canal em outros anos.
Alba Valéria Mendonça
Do G1 Rio
Pode paracer estranha a presença de um bote do Corpo de Bombeiros em pleno Centro do Rio, a quilômetros de distância da orla marítima. Mas por prevenção foi criado um Grupamento Aquático, que fica posicionaldo na área de armação das escolas no Sambódromo do Rio, na Avenida Presidente Vargas. É que em anos anteriores, foliões mais afoitos chegaram a cair no Canal do Mangue, durante os desfiles.
Segundo os bombeiros, eram pessoas que, no afã de ver mais detalhes de fantasias e alegorias, subiam nas árvores ou se debruçavam no guarda corpo da arquibancada gratuita que fica montada à beira do canal.
"Em outros anos, tivemos de resgatar gente de dentro do canal. Era uma dificuldade por causa da vegetação que beira o Mangue. Com o bote o atendimento pode ser agilizado. Este ano, graças a Deus ainda não tivemos nenhuma ocorrência dessas. A pessoa que cai nesse canal pode se machucar seriamentee ainda tem riscos dos ferimentos ficarem infeccionados por causa dessa água altamente poluída", disse um bombeiro, que não se identificou.
Durante todos os quatro dias de desfile, o bote, que fica acoplado a uma caminhonete está posicionado nas imediações da Marquês de Sapucaí, das 18h às 8h. Em turnos, uma dupla de bombeiros está sempre a postos. Os bombeiros observaram ainda que este ano, com uma proteção colocada na frente da arquibancada - popularmente chamada de 0800 por ser gratuita - a segurança está maior".
Foto: Alba Valéria Mendonça