segunda-feira, 31 de março de 2014

INTERVENÇÃO MILITAR NA MARÉ E TUDO "NORMAL" NAS UPPs


 
Enquanto o Complexo da Maré é ocupado e preparado para ficar sob intervenção militar, isso através do comando das Forças Armadas com relação as ações de segurança pública, naquela parte do território fluminense, a vida segue nas Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs).
Policiais Militares são feridos.
Policiais Militares são presos.
É  a "pacificação" do governador Sérgio Cabral.
"JORNAL O DIA
1) "31/03/2014 07:51:09
PMs da UPP do Jacarezinho são baleados em confronto no Alemão
Base da UPP da Rua Canitá teria sido intensamente atacada
Marcello Victor
Rio - Em mais uma ocorrência no Complexo do Alemão, dois soldados da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Jacarezinho foram baleados em confronto com bandidos, na Favela Nova Brasília, Zona Norte do Rio, no fim da noite deste domingo. Eles estavam no primeiro dia de plantão de reforço no policiamento nas comunidades da região. Eles foram resgatados por outras equipes. A base da UPP na Rua Canitá teria sido intensamente atacada à tiros. O Comando de Polícia Pacificadora (CPP) ainda não se manifestou sobre o caso (Leia mais)".
2)"31/03/2014 12:32:35 - Atualizada às 31/03/2014 17:47:44
Polícia Federal prende PMs da UPP da Rocinha e mulher do traficante Nem
Militares são acusados repassar aos traficantes da comunidade informações sobre investigações e futuras operações
Rio - A Polícia Federal prendeu, na manhã desta segunda-feira, cinco policiais militares da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Rocinha, na Zona Sul. Eles são acusados de repassar aos traficantes da comunidade informações sobre investigações e futuras operações. Os PMs responderão por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Eles estariam envolvidos com o traficante Antônio Francisco Bonfim Lopes, o Nem, que cumpre pena num presídio federal fora do Rio (Leia mais)".                         

PREFEITURA DE ITAGUAÍ NA MIRA DO TRIBUNAL DE CONTAS



 
O Tribunal de Contas do Estado (TCE) está cobrando explicações do prefeito de Itaguaí em face dos gastos elevados com o aluguel de carros e com a compra de ração.
Por falar em terceirização da frota, o TCE podia verificar os contratos casados de compra e de manutenção das viaturas da Polícia Militar, os preços são elevadíssimos.
"JORNAL O DIA
31/03/2014 00:01:01
Informe do DIA: Carros e ração
TCE pediu explicações ao prefeito de Itaguaí, Luciano Mota, sobre pagamentos realizados pela prefeitura em 2013
Carlos Brito e Luisa Bustamante
Rio - O Tribunal de Contas do Estado (TCE) pediu explicações ao prefeito de Itaguaí, Luciano Mota, sobre pagamentos realizados pela prefeitura em 2013. Entre eles, está o aluguel de 185 carros por R$ 7,1 milhões por ano, feito através de uma empresa que indica como sede um endereço que não existe. No processo, há uma observação: o valor é suficiente para comprar 200 veículos populares.
O TCE também pede esclarecimentos sobre a compra de ração de porcos, cabras e peixes por mais de R$ 180 mil (Fonte)".

LEI DA ANISTIA CORRE PERIGO...



Embora a pesquisa tenha sido feita de forma direcionada, ou seja, opinar sobre a anulação de uma parte da Lei da Anistia, o simples fato de discutir a sua validade acena com a possibilidade de alterações.
Se a alteração for unilateral, protegendo as ações terroristas que resultaram inclusive em assassinados, militares e civis poderão ser sancionados. Todavia, se a alteração for no sentido de responsabilizar os que cometeram erros dos dois lados, poderosos do governo serão atingidos.
"JORNAL DO BRASIL 
País Hoje às 10h26 - Atualizada hoje às 10h26 
Datafolha: 46% da população quer anular Lei da Anistia Portal 
Terra 
Pesquisa do instituto Datafolha divulgada nesta segunda-feira pelo jornal Folha de S.Paulo aponta que 46% dos brasileiros são favoráveis à anulação da norma da Lei da Anistia da forma que ela é aplicada atualmente. Outros 37% são contra e 17% não souberam dizer sua opinião. 
De acordo com a pesquisa, 46% dos brasileiros defendem punições a torturadores e outros 41% são contra. Em 2010, em levantamento anterior feito pelo instituto, 45% dos entrevistados se disseram contra os castigos e 40% a favor. 
Segundo o jornal, entre os entrevistados com nível superior e renda maior a R$ 7.240, o apoio à punição de torturadores sobe para 58% (Fonte)".

TUDO IGUAL: OCUPAÇÃO SEM TIRO, PMs FERIDOS EM UPP


O governo Sérgio Cabral segue repetindo o erro de avisar aos traficantes para que deixem as comunidades antes das ocupações, isso para que essas ocorram sem tiros.
A imprensa apoia e anuncia "sarqueamentos" como prisões para maquiar.
As UPPs são implantadas e recomeçam os tiroteios, os Policiais Militares são mortos e feridos, tudo igual.
"EXAME.COM
PMs são baleados em tiroteio no Complexo do Alemão
O confronto ocorreu na localidade conhecida como Areal
Marcelo Gomes, do Estadão.
Rio de Janeiro - Dois policiais militares da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Nova Brasília, no Complexo do Alemão, zona norte do Rio de Janeiro, foram baleados ao trocarem tiros com traficantes no fim da noite deste domingo, 30.
O confronto ocorreu na localidade conhecida como Areal. O soldado Gustavo Cordeiro, de 28 anos, foi atingido por um tiro no nariz, e a bala ficou alojada no pescoço. Ele foi levado para o Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha.
Um outro policial identificado apenas como Moura foi baleado no braço. Ele foi socorrido para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Alemão. Ainda não há informações sobre o estado de saúde das vítimas (Leia mais)".

RIO NADA MUDA: SAI CABRAL, ENTRA PEZÃO...

O ditado popular ensina: farinha do mesmo saco...
Fonte: A Voz da Cidade - Barra Mansa

domingo, 30 de março de 2014

RIO: IMAGENS DA "PACIFICAÇÃO" - CENAS FORTES

NITERÓI: POPULAÇÃO VAI PROTESTAR CONTRA A VIOLÊNCIA

Fonte: O Globo

RIO: 23 ÔNIBUS INCENDIADOS NAS RUAS "PACIFICADAS"

Fonte: O Dia

O DECLÍNIO POLÍTICO DE SÉRGIO CABRAL

Fonte: O Globo

NÃO ESBARRE NO PEZÃO, VOCÊ PODE VIRAR VICE ...


Fonte: Revista Época - Felipe Patury

COMPLEXO DA MARÉ: SERÁ ESSE O FUTURO?


Fonte: O Dia

SINDICATO DOS GARIS DESCONTA R$ 51,70 DO SALÁRIO DOS GARIS





Quem acompanhou a mobilização dos garis do município do Rio de Janeiro constatou que eles não aceitaram a negociação feita pelo sindicato com o Prefeito Eduardo Paes e deram continuidade à greve até que fossem atendidos.
Hoje recebi reclamação dando conta que no contra-cheque desse mês o sindicato implantou um desconto a título de contribuição sindical no valor de R$ 51,70, o que obviamente não agradou aos mobilizados.


sábado, 29 de março de 2014

NITERÓI PROTESTARÁ CONTRA A CRIMINALIDADE




A população de Niterói tem sofrido com o aumento da violência após a implantação das UPPs no município do Rio de Janeiro.
Uma mobilização está sendo programada para ser realizada no próximo dia 12 de abril.
Será uma passeata com concentração marcada para a Avenida Jornalista Alberto Francisco Torres, em Icaraí.
O ato foi batizado como "Niterói contra a Violência".
Eu apoio a iniciativa.

RIO: A BRIGA PT x PMDB CONTINUA...

Fonte: O Globo

CONCURSO PARA O CORPO DE BOMBEIROS - VAGAS PARA HERÓIS


Fonte: O Dia

MARCHA DA EDUCAÇÃO NO RIO DE JANEIRO



Profissionais da educação das redes estadual e municipal de educação realizarão uma "Marcha pela Educação" na próxima terça-feira, dia 31 de março, com concentração na Candelária a partir das 16:00 horas.
Profissionais das universidades públicas também devem participar e está prometida uma paralisação de 24 horas.

DENÚNCIA: POLICIAIS E BOMBEIROS PRESOS EM BANGU 1, TRAFICANTE PRESA EM PRISÃO MILITAR


O governo Sérgio Cabral (PMDB) afrontou direitos e prerrogativas de Bombeiros e Policiais Militares que participaram de mobilização por melhores salários e por condições dignas de trabalho, encarcerando os militares estaduais na Penitenciaria Bangu 1.
O tempo da cobrança de responsabilidades por essa tortura física e mental está chegando, não perdem por esperar.
Enquanto Cabral rasgou a legislação e colocou Bombeiros e Policiais Militares em Bangu 1, o Poder Judiciário determinou que uma advogada acusada de envolvimento com o tráfico de drogas fique presa na Unidade Prisional da Polícia Militar.
Militares em penitenciaria e traficante em presídio militar.
Você consegue encontrar uma explicação?
"JORNAL O DIA
29/03/2014 09:52:58
Advogada detida em Unidade da PM alega obesidade e quer prisão domiciliar
Mulher que nunca usou farda é acusada de integrar uma quadrilha que negociava armas e drogas do Paraguai ao Rio 
A Unidade Prisional da Polícia Militar, o antigo BEP, possui 295 detentos nas carceragens de três galerias. E, num pequeno quarto sem grades, com banheiro próprio no lado de fora, está uma detenta que nunca usou farda. A advogada Nilza Leite da Silva, acusada de integrar uma quadrilha que negociava armas e drogas do Paraguai ao Rio, foi condenada a 13 anos de reclusão em primeiro grau, em outubro de 2013. No mês seguinte, o ministro Ricardo Lewandowski determinou a sua transferência para “uma sala, em unidade militar, sem grades, e que ofereça instalações e comodidades condignas.” 
Há quatro meses na unidade por causa de uma determinação da 3ª Vara Federal Criminal da Seção Judiciária do Rio de Janeiro, Nilza requereu a revogação da custódia preventiva e a conversão em prisão domiciliar, alegando que tem 250 quilos e sofre de obesidade mórbida e hipertensão. O pedido foi indeferido, mas a advogada apresentou petição, argumentando que a PM não possui prisão especial com acomodações capazes de garantir a sua individualidade. 
Nilza já representou o traficante Alexandre Bandeira de Melo, o Piolho. Mesmo preso, Piolho arquitetou o próprio resgate, enquanto estava em meio a uma audiência no Fórum de Bangu, no dia 31 de outubro de 2013. Na ação frustrada, um PM e um menino de 8 anos foram mortos. 
Com base em interceptações telefônicas autorizadas pela Justiça em 2009, a Polícia Federal do Mato Grosso identificou os integrantes da quadrilha chefiada por Geraldo Kern Ruschel, o Gaúcho. Mesmo atrás das grades, ele determinava as ações da quadrilha, repassando as ordens à advogada Nilza. Procurada, a Polícia Militar não se manifestou sobre o assunto. 
Mesmo condenada, Nilza mantém cadastro na OAB
Mesmo presa e condenada em primeiro grau, a advogada Nilza Leite da Silva ainda possui cadastro ativo no site da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RJ), com número de inscrição e até o número de telefone comercial.Procurada, a entidade informou que o caso deve ser levado ao Tribunal de Ética e Disciplina e que Nilza pode perder a carteira da OAB e o direito de exercer a profissão. 
As investigações feitas pela Polícia Federal do Mato Grosso começaram em 2009, a partir de informação recebida por interceptações telefônicas de traficantes do Rio, que estariam negociando drogas vindas do Paraguai. A polícia também identificou as participações de Wilson Carlos Weirich, o Russo, João Firme de Siqueira Filho, o Jota, Rita Telecher Ortiz e Lília Luiza Cardoso Pena.

sexta-feira, 28 de março de 2014

ALIADOS DE EDUARDO PAES FAZEM PIRRAÇA E DERRUBAM VETOS DO PREFEITO




O prefeito Eduardo Paes deveria tomar um guaranazinho nos gabinetes dos vereadores da sua base na Câmara do Rio. A visita saciaria a sede dos nobres colegas por atenção. Insatisfeitos por nem sempre serem atendidos, os “aliados” andaram ensaiando alguns recados. Do dia 13 de março para cá, por exemplo, de 52 vetos do prefeito a projetos legislativos, 49 foram rejeitados no plenário.

Ao tentar explicar a derrubada maciça, o líder do governo na Câmara, Luiz Antônio Guaraná (PMDB), saiu-se com resposta bem sincera:

— A base me dá mais trabalho do que a oposição. Na oposição, pelo menos, eu sei o que eles vão fazer. Aqui na Casa, há um clima de tensão natural — disse, ele mesmo alvo de alguns dos melindrados políticos queixosos por Guaraná nem sempre ser todo ouvidos.

Hoje, o prefeito tem uma base de, pelo menos, 40 vereadores. Mas é hora de dar mais atenção aos sinais de SOS. Um dos aliados anda reclamando pelos corredores que não consegue ver as demandas de suas comunidades atendidas. Mas garante que não tem rebelião.

Tem também a ciumeira — essa, sim, uma velha aliada dos nobres colegas.

— Paes só ouve aqueles três meninos de lá da prefeitura — diz um magoado mosqueteiro na Câmara, referindo-se aos secretários Pedro Paulo (Casa Civil), Carlos Osório (Transportes); e o deputado federal Rodrigo Bethlem (PMDB).


Se o prefeito tem seus projetos rejeitados, imagine para os vereadores de oposição que lutam diariamente para que as demandas de seus eleitores sejam atendidas!

POPULARIDADE DA PRESIDENTE DILMA EM QUEDA



A reeleição da presidente Dilma Rousseff era considerada como certa, não pela boa qualidade do seu governo, longe disso, mas pelos acordos políticos que a colocavam em uma posição muito favorável em relação aos outros candidatos.
Infelizmente para o PT, o acordo com o PMDB começou a azedar; a inflamação continuou mostrando a sua cara e a Petrobras teve um prejuízo astronômico após uma compra realizada na época que a presidente Dilma era a toda poderosa.
Isso sem falar no fracasso das UPPs de Sérgio Cabral, um projeto que foi hipotecado pela presidente Dilma como a solução para o Brasil. Sorte da presidente que nenhum governador entrou nessa furada.
A queda na aceitação popular era esperada e deverá piorar caso surjam outros problemas ou que os atuais não sejam superados.
Em três meses o percentual que considerou o governo ruim ou péssimo pulou de 20% para 27% e se manteve ascendente. O percentual de bom ou ótimo caiu de 43% para 36% e se manteve descendente. 
A coisa vai mal.
Se não taparem os furos, os ratos abandonarão o navio.


"SITE G1 - POLÌTICA
27/03/2014 10h33 - Atualizado em 27/03/2014 16h59
Aprovação ao governo Dilma é de 36%, informa pesquisa Ibope
Levantamento foi encomendado pela Confederação Nacional da Indústria.
Em novembro, Ibope apurou que índice era de 43% e, em fevereiro, 39%.
Mariana Oliveira (Leiam mais).

SAÚDE PÚBLICA DO BRASIL SOFRE DE MÁ GESTÃO



Eu recomendo a leitura do editorial a seguir transcrito sobre os problemas na gestão da saúde pública no Brasil.
É preciso conhecer os problemas para que as soluções possam ser encontradas.
A população deve conhecer a realidade vivenciada na área da saúde pública para que possa cobrar os seus direitos.
"O GLOBO
Saúde pública do país sofre de má gestão Auditoria do TCU em hospitais é um roteiro eficaz para se estudar com as lentes da realidade, e não da ideologia, as causas da crônica crise no setor
EDITORIAL
Publicado: 28/03/14 - 0h00
Tão feia e preocupante quanto o crônico caos na saúde pública do país é a radiografia do sistema feita pelo Tribunal de Contas da União (TCU), a partir de uma auditoria em 116 hospitais gerais e prontos-socorros nos estados e no Distrito Federal. Divulgado no GLOBO de ontem, o levantamento é uma chave essencial para ajudar a entender as razões que levam os brasileiros a penar em corredores, ambulatórios e enfermarias do Sistema Único de Saúde (SUS). Num quadro em que se misturam mau atendimento, déficit de profissionais, desleixo e leniência, revela-se uma realidade inquestionável: talvez mais do que a falta de verbas, alegação sempre presente quando se trata de “justificar” a ineficiência da rede oficial, a estrutura sofre do mal generalizado de gestão inepta.
O diagnóstico do TCU se baseia em exemplos absurdos, que revelam nítidos problemas de administração — como a destinação inadequada de equipamentos. Há casos como o de um hospital do Rio em que aparelhos de ultrassonografia permaneciam encaixotados, portanto sem uso, na ocasião da visita dos auditores do TCU; ou de uma máquina de endoscopia inativa porque a unidade hospitalar (em Mato Grosso do Sul) não dispunha de uma sala onde a pudesse instalar; ou ainda (em Mato Grosso) o de um aparelho também inoperante à espera da ampliação da rede de energia e, no Maranhão, de dois hospitais que receberam equipamentos sem necessidade. São evidências gritantes de inaptidão gerencial, que se juntam a demandas crônicas — algumas até ditadas por problemas de verbas, principalmente por sua má aplicação — como déficit de pessoal (em 81% dos hospitais), redução acentuada do número de leitos oferecidos pelos SUS (somente na gestão da presidente Dilma Rousseff, em torno de 3,2%). É bem verdade que, neste quesito, o fenômeno não está circunscrito ao Brasil, mas o fato é que, em comparação com nações europeias, é desabonador o perfil do país, à frente apenas da Turquia na relação leitos/população. Há outros dados igualmente preocupantes, como superlotação das emergências em 64% das unidades e a anômala situação de haver uma concentração de leitos de UTI fora do SUS, num país em que a maioria da população é usuária do sistema público.
O levantamento é eficaz roteiro para que sejam estudadas as mazelas do SUS com as lentes da realidade de uma rede pública em sua maioria ineficiente, desmontando a ideia de que mais verba seria uma panaceia, quando o que se tem é uma falência múltipla de gerenciamento. Governos, principalmente os que se alinham com Brasília, rebarbam a opção por gestões baseadas em metas, em vez de ideologia, e com cobrança de produtividade. Caso, por exemplo, da administração de hospitais por organizações sociais — experiência que se mostrou acertada onde foi implantada. A auditoria do TCU ajuda a dar a medida do custo social dessa insensibilidade (Leiam mais).

MA: GREVE NA POLÍCIA MILITAR



Os militares federais e estaduais sabem que o direito de greve não podem ser exercido por eles, embora a greve seja um direito de "todo" trabalhador.
Isso significa que uma paralisação só é desenvolvida por militares quando o governo não negocia ou quando insiste em pagar salários miseráveis para os militares.
A greve é o último recurso dos militares.
Os Policiais Militares e os Bombeiros Militares do Rio de Janeiro ensaiaram a eclosão de um movimento grevista exatamente por essas razões e o governo cedeu.
No Maranhão uma greve parece estar nascendo no seio da tropa da Polícia Militar, urge que o governo negocie com o movimento para que a população não seja prejudicada.
"PORTAL TERRA
A Polícia Militar do Maranhão deflagrou uma paralisação por tempo indeterminado em assembleia geral na noite desta quarta-feira (26). 
Ainda ontem, um grupo com cerca de 100 PMs acampou no estacionamento da Câmara municipal de São Luís. Mulheres e filhos dos policiais se juntaram ao grupo na manhã desta quinta-feira e mais policiais se juntam ao movimento na sede do parlamento municipal da capital maranhense.
A categoria alega que a governadora Roseana Sarney (PMDB) não cumpriu acordo feito em 2011 de reajuste e as condições de trabalho precárias. O Coronel Melo, que foi demitido do posto de Comandante do Policiamento do Interior após criticar o governo Roseana, afirmou que a governadora não investe em segurança pública e desvaloriza os profissionais que fazem a segurança do cidadão. “O aumento salarial, as condições de trabalho, fardamento, equipamentos são algumas das reivindicações das associações. É preciso que os governantes valorizem a categoria. A Polícia militar que tem o conhecimento para combater a criminalidade. Se o governo investe mais em segurança privada do que em segurança pública, certamente existe a desvalorização da categoria (Leiam mais)”.

quinta-feira, 27 de março de 2014

DEPUTADOS FEDERAIS PRESSIONAM O GOVERNO DILMA



A lua de mel do governo com a base aliada parece ter chegado ao fim.
Isso afeta a governabilidade, sem dúvida, mas também permite uma maior fiscalização pelo Legislativo dos desmandos do Executivo.
Após o divórcio, o Legislativo está convocando várias autoridades para que prestem esclarecimentos, o que em alguns casos não será fácil de fazer, como a compra da refinaria nos Estados Unidos.
O povo deve acompanhar o desenrolar dos questionamentos e das explicações de perto, afinal é o povo quem patrocina isso tudo.
"AGÊNCIA BRASIL
Deputados pedem novas explicações sobre Petrobras
Quinta-feira, 27 de Março de 2014 - 06h00 | BRASIL
Deputados se dedicaram, na manhã de hoje (26), a votar nova série de convites a autoridades do governo. As recentes denúncias envolvendo a Petrobras e o repasse de recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e da Caixa Econômica Federal (CEF) para o Congresso Nacional do Movimento dos Sem Terra dominaram os requerimentos que estavam concentrados, principalmente, na pauta da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle (CFFC) (Leia mais)'.
Foto: Centenas de milhares de pessoas protestando na Avenida Presidente Vargas (2013) na luta por um Brasil melhor.

SUS: FALTAM MÉDICOS E ENFERMEIROS EM 81% DOS HOSPITAIS



Os números assustam.
De acordo com o SUS faltam médicos e enfermeiros em 81% dos hospitais-gerais.
Isso por si só explica o péssimo atendimento médico recebido pela população, pois sem médico e sem enfermeiros um hospital não pode funcionar adequadamente.
É hora do governo identificar as causas e suprir essa carência com médicos e enfermeiros brasileiros, bom que escreva.
A população tem o direito de se curar, cabe ao governo promover as condições para eu isso ocorra.
"O GLOBO
TCU aponta que faltam médicos e enfermeiros em 81% dos hospitais-gerais do SUS
Auditoria mostra que faltam medicamentos e ataduras em 56% dos estabelecimentos, por falhas em licitações
Vinicius Sassine
Publicado: 26/03/14 - 18h17 Atualizado: 26/03/14 - 18h36
BRASÍLIA - A realidade de penúria nos hospitais do Sistema Único de Saúde (SUS), vivenciada diariamente pelos brasileiros que dependem da saúde pública, aparece com clareza numa auditoria inédita do Tribunal de Contas da União (TCU), aprovada nesta quarta-feira pelo plenário do tribunal. Depois de visitarem 116 hospitais-gerais e prontos-socorros em todas as unidades da federação, os auditores do TCU concluíram que 81% das unidades têm déficit de médicos e enfermeiros e em 56% faltam remédios e ataduras em razão de falhas nas licitações.
A falta de equipamentos mínimos, como monitores e ventiladores pulmonares, leva ao bloqueio de leitos em 77% das unidades visitadas. Na gestão da presidente Dilma Rousseff, a quantidade de leitos ofertados pelo SUS diminuiu 3,2%. São 11,5 mil leitos a menos de 2010 para 2013, como cita a auditoria aprovada em plenário. A redução ocorreu em basicamente todo tipo de internação. No ano passado, a média no Brasil era de 2,51 leitos por mil habitantes. A média dos países-membros da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) foi de 4,8 leitos. Na União Europeia, chegou a 5,3. A auditoria aponta que, segundo a OCDE, nos últimos dez anos, foi registrada queda média de 2% ao ano no número de leitos nos países da União Europeia.
O TCU também fiscalizou a Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos, cujo conselho é formado por quatro ministros – da Saúde, Casa Civil, Justiça e Fazenda. No relatório votado pelos ministros, são reproduzidas as últimas auditorias feitas no colegiado, responsável por definir o preço máximo de comercialização de medicamentos no país (Lea mais)".

INFLAÇÃO EM ALTA






O governo sempre nega, afirmando que a inflação está sob controle, mas a dona de casa quando vai ao supermercado acaba saindo com uma impressão diferente sobre os preços.
Dessa vez, o governo resolveu assumir que as coisas não seguem bem e aumentou a previsão da inflação para esse ano.
A inflação no Brasil tem feito o caminho inverso ao caminho do crescimento. Ela cresce e o crescimento diminui.
O cenário é ruim, todos sabem.
O governo do PT herdou o Plano Real, não pode destruir as conquistas alcançadas pela população.
"O GLOBO
BC aumenta previsão de inflação para 6,1% em 2014
Autoridade monetária espera que o Brasil cresça 2% neste ano
Gabriela Valente
Publicado: 27/03/14 - 8h36 Atualizado: 27/03/14 - 9h14
BRASÍLIA - O Banco Central traçou um cenário pior para a economia neste ano com mais inflação e menor crescimento. De acordo com o relatório trimestral de inflação, divulgado na manhã desta quinta-feira, a previsão para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) passou de 5,6% para 6,1% para este ano. Apesar de todas as altas de juros feitas pelo BC desde abril do ano passado, as projeções se afastam cada vez mais das metas do governo. O Banco Central espera também que o Brasil cresça 2% em 2014: abaixo dos 2,3% da expansão da economia no ano passado.
A estimativa para o crescimento do país também representa uma desaceleração no fim deste ano, já que a previsão divulgada pelo BC no fim do ano passado era de que o país encerrasse o terceiro trimestre num ritmo de expansão de 2,3%. O Banco Central deixou de fazer projeções para o ano fechado e faz apenas estimativas para os próximos três trimestres. Nesse relatório divulgado hoje, coincidiu ser publicada a aposta para o ano fechado (Leia mais)".

DETRAN/RJ ESTÁ "ENGARRAFADO"...



A população do Rio de Janeiro vive dentro de congestionamentos, Não importa a região do Rio de Janeiro, os congestionamentos surgem com as obras que se multiplicam de forma desordenada, provocando o caos no trânsito.
Alguns cidadãos fluminenses chegam a passar um terço do seu dia em congestionamentos. São quatro horas para ir de casa para o trabalho e depois mais quatro horas para voltar do trabalho para casa.
Tudo indica que o congestionamento das ruas acabou afetando o DETRAN/RJ onde usuários chegam a ficar por oito horas para resolver as questões relacionadas com seus veículos.
É muita desorganização.
"JORNAL EXTRA
27/03/14 06:00
Motorista espera até oito horas para ser atendido em posto do Detran
Geraldo Ribeiro
Era só para entregar a cópia do documento de identidade, que caiu em exigência, e concluir a vistoria do carro iniciada na véspera. Parecia simples e rápido, mas não foi o que aconteceu com o autônomo Tiago Gomes, de 28 anos, morador de Madureira. Ele contou que chegou ontem ao posto do Detran, no Ceasa, em Irajá, às 10h mas só conseguiu resolver o seu caso por volta das 18h.
Isso depois de a Justiça condenar o órgão a pagar indenização de R$ 500 mil ao Fundo Especial de Proteção e Defesa do Consumidor e determinar a adoção de seis parâmetros de qualidade, entre eles prazo mínimo de atendimento em até 20 minutos, em dias normais.
— Quando cheguei no posto, me disseram que a vistoria estava marcada para outro local, também no Irajá. Não entendi nada porque já havia feito todo procedimento aqui, na véspera, e faltava só cumprir a exigência. Para ir ao outro posto teria de fazer novo agendamento, o que seria inviável. Perdi um dia de trabalho — disse o autônomo, após oito horas de espera (Leia mais)".

O PREÇO DOS REMÉDIOS TAMBÉM VAI SUBIR



A população sofre com o péssimo atendimento médico e quando consegue ser atendida passa a viver uma outra grande dificuldade, ter o dinheiro para comprar os medicamentos e se curar.
A situação que é muito ruim, ficará pior em razão do novo aumento anunciado para o preço dos remédios, um reajuste que pode alcançar mais de 5%.
Se por um lado a medicina avança cada dia mais, por outro fica cada vez mais difícil para a população de baixa renda se curar, um paradoxo cruel. 
"JORNAL O DIA
26/03/2014 20:06:19
Preços dos remédios regulados subirão até 5,68%
Reajustes entram em vigor a partir de 31 de março
Rio - A Câmara de Regulação do Mercado de Medicamento (Cmed) fixou nesta qurta-feira as taxas máximas de reajuste nos preços de medicamentos regulados pelo governo. Os reajustes entram em vigor a partir de 31 de março. Para os remédios com baixa concorrência, que somam mais de 40% do mercado, o reajuste máximo autorizado é 1,02%. Para os medicamentos de alta concorrência, poderão ser reajustados até 5,68%, mesmo percentual do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) dos últimos 12 meses. Segundo o Ministério da Saúde, em geral, os reajustes não costumam ser repassados integralmente aos consumidores.
Os produtos com maior reajuste representam cerca de 20% dos genéricos no faturamento das empresas. A CMED fixa o valor do ajuste anualmente, com base em critérios técnicos definidos na Lei 10.742 de 2003. São considerados no cálculo a inflação do período (de março de 2013 até fevereiro de 2014), produtividade da indústria, variação de custos dos insumos e concorrência dentro do setor (Fonte).

quarta-feira, 26 de março de 2014

RIO: CIDADÃO PADECE COM TRANSPORTE PRECÁRIO E VIOLÊNCIA EM CRESCIMENTO


 
A população fluminense padece com os péssimos transpores públicos e está aterrorizada com a onda de violência que está se espalhando pelo estado do Rio de Janeiro em face da incapacidade do governo de garantir um mínimo de segurança.
Pior fica quando os dois problemas se juntam e a violência impede a circulação de algum tipo de transporte, como ocorreu nessa quarta-feira.
"JORNAL DO BRASIL
Rio
Hoje às 19h15 - Atualizada hoje às 19h23
Tiroteio interrompe circulação de trens no Rio
A circulação de trens do ramal Santa Cruz, nas proximidades do bairro de Padre Miguel, na Zona Oeste do Rio, foi interrompida por 34 minutos na tarde desta quarta-feira devido a troca de tiros entre policias militares e suspeitos nos arredores da estação.
A Supervia informou que os trens do ramal ficaram parados, aguardando a ordem de circulação, entre 13h10 e 13h44 por “medida de segurança”.
Segundo a Polícia Militar, houve troca de tiros na favela Vila Vintém, próxima à estação de trem Padre Miguel, entre suspeitos e policiais do 14º BPM. Um suspeito morreu e duas pessoas ficaram feridas.
Na semana passada a circulação foi suspensa por cerca de dez minutos na estação Costa Barros devido a um tiroteio no Morro do Chapadão, ocupado pela polícia neste fim de semana (Fonte).

PODER JUDICIÁRIO COBRA MELHOR SERVIÇO DO DETRAN


Uma ótima notícia o fato do Poder Judiciário ter cobrado que o DETRAN/RJ preste serviços de melhor qualidade para a população fluminense.
Além dos elevados custos do IPVA, do seguro obrigatório e das taxas, a população ainda tem que sofrer com a demora no atendimento.
A determinação veio em boa hora e a população espera ver resultados o mais rápido possível.
"O GLOBO 
Tribunal de Justiça do Rio ordena que Detran tenha bom atendimento Entre as determinações estão agendamento de vistoria em até 30 dias e atendimento de serviço agendado em 20 minutos 
LUCIANA CASEMIRO 
GUSTAVO GOULART 
Publicado: 25/03/14 - 8h00. Atualizado:25/03/14 - 23h25 
RIO — Os problemas nos serviços prestados pelo Detran não são novidade para ninguém. A demora para marcação de vistorias, as longas filas para atendimento e a precária estrutura dos postos são fartamente denunciadas pelos cidadãos fluminenses. A novidade é que, pela primeira vez, o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro obrigou o o órgão estadual a cumprir, ao menos, seis parâmetros mínimos de qualidade, além de condená-lo a pagar indenização por danos morais de R$ 500 mil para o Fundo Especial de Apoio a Programas de Proteção e Defesa do Consumidor (Feprocon). Ainda cabe recurso à ação civil pública impetrada pela Comissão de Defesa do Consumidor (Codecon) da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), em setembro do ano passado. A ação foi movida após o Codecon constatar que 90% das queixas, entre janeiro e agosto de 2013, eram referentes aos serviços do Detran (Leiam mais)".

FAETEC - NOVO PLANO DE CARREIRA APROVADO



Na edição de ontem do Diário Oficial foi publicada a sanção do novo plano de carreira da Fundação de Apoio à Escola Técnica (FAETEC). Infelizmente, nem todas as reivindicações foram atendidas, mas foi uma vitória da categoria.
O importante é que a categoria continue mobilizada na luta pela conquista de seus objetivos, pois só a continuidade da mobilização pode garantir o sucesso.
É o "Juntos Somos Fortes!"

ATRASO NAS OBRAS DO BONDINHO DE SANTA TERESA



A paisagem carioca está órfão do bondinho de Santa Teresa que cruzava os Arcos da Lapa.
Após o acidente que vitimou várias pessoas, o bondinho desapareceu.
O governo iniciou obras que causam grande transtorno do bairro e que estão atrasadas.
Ontem, os moradores realizaram um protesto contra a abertura de novos canteiros de obra sem a conclusão dos que estão em andamento, algo lógico.
Durante o protesto quase ocorreu um atropelamento em face do motorista de uma retroescavadeira ter resolvido avançar na direção de manifestantes que estavam deitados na rua para impedir a passagem. A ação dos Policiais Militares que estavam no local impediu a tragédia. 
A população carioca quer ver novamente o bondinho cruzando os Arcos da Lapa, cabe o governo concluir as obras e fornecer bondes seguros para a população do Rio de Janeiro e para os turistas.
Eu lembro quando uma replica do bondinho foi conduzida até a ALERJ para apoiar a mobilização dos Bombeiros Militares e aproveito a oportunidade para agradecer novamente.

EDUARDO PAES PROCESSADO POR IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA


O prefeito Eduardo Paes será processado por improbidade administrativa em primeira instância, sem foro privilegiado, conforme decisão do Tribunal Federal.
"UOL
SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL
Ações de improbidade contra Paes devem ser julgadas na 1ª instânciaDecisão da ministra Cármen Lúcia atende pedido do MP-RJ; magistrada ressaltou que apenas ações penais contam com prerrogativa de foro 
Da Redação - 24/03/2014 - 17h16 
A ministra Cármen Lúcia, do STF (Supremo Tribunal Federal), julgou procedentes duas Reclamações ajuizadas pelo MP-RJ (Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro) contra decisões do TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Estado) que anularam atos processuais do juízo de primeiro grau e determinaram que duas ações de improbidade movidas contra o prefeito municipal, Eduardo Paes, fossem julgadas pelo próprio TJ-RJ, com fundamento no foro por prerrogativa de função. Com isso, foram cassadas decisões proferidas pela 20ª Câmara Cível da corte estadual. 
MP questiona autorização dada por Paes para construção de quadra esportiva Nas duas ações civis por improbidade, o MP-RJ questiona a autorização, pelo prefeito, o presidente e o diretor de obras da Riourbe (Empresa Municipal de Urbanização), da construção de quadra esportiva com recursos públicos no Social Clube Atlas, no bairro de Osvaldo Cruz. As ações foram ajuizadas originalmente na 4ª Vara de Fazenda Pública do Rio de Janeiro. 
A ministra acolheu a argumentação do MP-RJ de que, ao atrair para si a competência para julgar ação de improbidade contra o prefeito, o TJ-RJ teria desrespeitado a autoridade das decisões proferidas pelo STF nas Adins (Ações Diretas de Inconstitucionalidade) 2797 e 2860 (Leiam mais)".

terça-feira, 25 de março de 2014

GREVE NO DEGASE: COMANDO RESOLVE ESPERAR CONTRAPROPOSTA DO GOVERNO




O comando de greve do DEGASE resolveu aguardar a contraproposta do governo antes de realizar a assembleia que estava prevista para essa terça-feira.
"SIND-DEGASE
Comando de Greve e categoria decidem aguardar confirmação oficial da contraproposta do Governo para realizar Assembleia
Ter, 25 de Março de 2014 12:34
O Comando de Greve escutou a categoria durante o piquete realizado nas unidades do Degase na manhã desta terça-feira (25) e decidiu não realizar Assembleia Geral antes de uma confirmação oficial da contraproposta apresentada na reunião de ontem à noite com os representantes da categoria no Palácio Guanabara, sede do Governo do Estado, em Laranjeiras, zona sul do Rio.
A Assembleia Geral em Ato Continuado que seria realizada na tarde de hoje em frente ao Degase não será realizada conforme foi divulgado anteriormente. A decisão teria sido tomada após consenso dos servidores que estiveram ontem no Palácio Guanabara.
No entanto, o Comando de Greve escutou os servidores durante toda a manhã e decidiu esperar uma Nota Pública do Governo do Estado confirmando o envio do Plano de Cargos e Salários para Alerj (Assembleia Legislativa) em abril e o anúncio de um reajuste diferenciado até o dia 2 de maio nos moldes da Seap (Secretaria de Administração Penitenciária).
(Fonte).

OPOSIÇÃO QUER INSTAURAR A CPI DA PETROBRAS


 
 
Como eu comentei nesse blog a CPI da Petrobras pode se tornar realidade.
Os partidos de oposição estão desenvolvendo esforços para que uma CPI mista seja instaurada.
Instaurada a CPI o desgaste do governo será enorme, isso faltando seis meses das eleições.
O certo é que o povo brasileiro tem o direito de saber toda a verdade sobre as compras de refinarias feitas pela empresa, tanto no Japão, quanto nos Estados Unidos.
"JORNAL EXTRA
25/03/14 19:08
Atualizado em 25/03/14 19:08
Oposição tenta obter no Senado apoio para CPI Mista da Petrobras
Reuters
BRASÍLIA, 25 Mar (Reuters) - Líderes dos partidos de oposição da Câmara dos Deputados e do Senado decidiram nesta terça-feira centrar esforços para conseguir o apoio de 27 senadores e pedir a abertura de uma CPI Mista para investigar a Petrobras.
A estratégia foi definida depois de os líderes avaliarem que uma investigação apenas na Câmara encontraria dificuldades regimentais que não seriam facilmente vencidas. Diante desse diagnóstico, a oposição resolveu centrar os esforços para conseguir o apoio no Senado e tenta convencer senadores aliados a apoiar a CPI, que seria realizada em conjunto com os deputados.
São necessárias pelo menos 27 assinaturas de senadores e 171 de deputados para pedir a abertura da CPI Mista. Os opositores avaliam que se conseguirem as assinaturas no Senado, a maioria dos deputados acabará apoiando a investigação parlamentar.
Nas contas da oposição, é possível conseguir o apoio de pelo menos 28 senadores, mas esse cenário leva em conta ao menos três senadores do PMDB, todos os quatro do PSB e oito aliados de outros partidos (Leia mais)".

OCUPAÇÃO DA MARÉ: OS NÚMEROS FICARAM LOUCOS


Após o fracasso na gestão da segurança pública, o governo Sérgio Cabral (PMDB) conseguiu obter o apoio do governo federal para ocupar o Complexo da Maré, o que na prática significará uma nova intervenção militar em parte do território fluminense. A primeira ocorreu no Complexo do Alemão, precedendo a instalação de UPPs, tática que irá se repetir.
As reuniões ocorreram em Brasília e no Rio de Janeiro para acertar os detalhes sobre o início da ocupação e ao que tudo indica a imprensa recebeu informações diferentes sobre o efetivo a ser empregado.
Hoje vários jornais tratam do assunto, porém as informações diferem quanto ao efetivo.
O Jornal Extra publicou que 9.000 homens do Exército ocuparão o Complexo da Maré (Link).
O Globo, por sua vez, embora também integre as Organizações Globo, cita que 4.000 homens serão empregados (Link).
O Meia Hora publicou 2.400 homens e o Jornal do Comércio apenas 1.500 homens.
A população deve torcer para que os erros acabem por aí e que a ocupação seja exitosa.
Tem tudo para ser, diga-se de passagem.
Se o Jornal Extra estiver certo e considerando que a população do complexo é da ordem de 130.000 habitantes, terremos uma relação de 1 homem do Exército para cada 15 moradores. 
Penso que não exista no mundo uma relação tão favorável quanto essa.

NOTA DO BRASIL REBAIXADA PELA S&P



A agência de classificação de risco Standart&Poor's reduziu ontem a nota de crédito do Brasil com base na deteriorização das contas públicas e o baixo crescimento.
O Brasil caiu da classificação BBB para BBB-.
A analista econômica Míriam Leitão considera que o governo ignorou todos os alertas e insistiu em manobras nas contas públicas.
Isso é ruim, prejudica os investimentos estrangeiros no país.
Só nos resta esperar que o governo acerte na gestão da economia, o mais rápido possível.



VIOLÊNCIA NO RIO: ENQUANTO AS FORÇAS ARMADAS NÃO CHEGAM...


RIO: GREVE NO DEGASE


Os servidores do Departamento Geral de Ações Socioeducativas, o antigo DEGASE, iniciaram uma greve por tempo indeterminado. Os servidores decidiram pela manutenção dos serviços de alimentação, higiene e emergência.
Os servidores solicitam o retorno do pagamento do plano de cargos e salários, que foi suspenso desde 2011. Além disso querem uma política de reajuste salarial igual a dos servidores penitenciários. Eles solicitam também o pagamento do auxílio-risco.
Torço para que as negociações avancem e que tudo seja resolvido.

A "GUERRA" DA ÁGUA ENTRE RIO E SÃO PAULO



O governado de São Paulo, Geraldo Alckmin, não parece dispostos a desistir da ideia de captar água do Rio Paraíba do Sul. Após apresentar seus argumentos no sentido de que a ação não traria prejuízo para a população do Rio de Janeiro, ele agora passa para o ataque e acusa o governo Sérgio Cabral de mal uso do recurso hídrico. Tudo indica que essa disputa vai longe. 
 "DIÁRIO DO LITORAL
Por água, Alckmin agora ataca Cabral
O tucano acusou o governo fluminense de retirar e não devolver água do Rio Paraíba do Sul e de usar a maior parte dos recursos hídricos para produzir energia elétrica
por Agência Estado comentários 
O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), rebateu nesta segunda-feira, 24, as críticas do governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), ao projeto de transposição de água da Represa Jaguari, no Vale do Paraíba, para o Sistema Cantareira. O tucano acusou o governo fluminense de retirar e não devolver água do Rio Paraíba do Sul e de usar a maior parte dos recursos hídricos para produzir energia elétrica e não para o abastecimento da população. 
"O que nós queremos não é transposição. Quem faz transposição é o Rio de Janeiro", disse Alckmin. "O (Rio) Paraíba fica com menos da metade do tamanho depois de Barra do Piraí (cidade onde é feita a transposição para o Rio Guandu, que abastece a Região Metropolitana do Rio). Perde 119 metros cúbicos por segundo dia e noite, todos os anos. Essa água nunca volta para o Paraíba. E grande parte é para gerar energia para a Light", completou o tucano (Leiam mais)".

segunda-feira, 24 de março de 2014

ENFERMAGEM: A LUTA PELAS 30 HORAS



Os profissionais de enfermagem deram mais um passo na luta pela carga horária de 30 horas através do encaminhamento de um manifesto pela votação e aprovação do PL 2295/2000 ao presidente da Câmara de Deputados, o deputado federal Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN).
O encaminhamento foi feito pelo presidente do Conselho Regional de Enfermagem do Rio de Janeiro (COREN-RJ), Pedro de Jesus Silva.
O projeto torna lei a jornada de 30 horas de trabalho para a categoria. 
Fonte: Jornal Extra - Berenice Seara

RIO TEM 16 MIL VAGAS DE EMPREGO - INFORMAÇÕES

 


Você que está em busca de emprego, conheça algumas oportunidades.
"JORNAL O DIA 
24/03/2014 00:02:40 
Estado tem 16 mil vagas de emprego
Há oportunidades para aposentados e pessoas com deficiência 
Rio - O cenário está promissor para quem procura emprego no Rio. O estado tem 15.982 vagas abertas, com salários entre R$ 724 e R$ 6,7 mil. Também há oportunidades para pessoas com deficiência e aposentados. 
Na Região Metropolitana do Rio há 9.202 chances, com destaque para 110 vagas para operador de telemarketing. Outros setores com boas ofertas são o comércio e a construção civil. Na Baixada há 2.459 oportunidades. Os interessados podem entrar em contato com a Secretaria de Estado de Trabalho e Renda pelo telefone (21) 2332-9999 para informações. É necessário que o candidato apresente carteira de trabalho, currículo, número de inscrição no PIS/Pasep, identidade, CPF e comprovante de residência (Leiam mais).

RIO: GOVERNO NEGA FIM DA DEFESA CIVIL ESTADUAL



Uma boa notícia desmente boato.
"JORNAL DO BRASIL 
Hoje às 15h48 - Atualizada hoje às 15h56
Governo nega fim da Defesa Civil Estadual
Email falso circula na Internet em nome do Corpo de Bombeiros 
Uma falsa denúncia sobre o fim da Defesa Civil Estadual está circulando na Internet. Um email, enviado em nome do Corpo de Bombeiros, afirma que o secretário de Defesa Civil, Sérgio Simões, teria decidido pelo fim da Defesa Civil Estadual, na Praça da Bandeira. Ainda segundo o falso email, no local seria instalado um posto avançado, subordinado ao Quartel Central.
Contudo, segundo a Secretaria de Defesa Civil, a informação não procede: “O que ocorrerá é uma mudança física, uma troca de endereço de parte das funções que atualmente são realizadas na Praça da Bandeira”. 
Segundo a Secretaria, a mudança é benéfica para a população, já que abre espaço físico para que se instale uma unidade operacional do Corpo de Bombeiros. “É uma mudança estratégica, pois parte das funções serão transferidas para o Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), que é um local onde há a integração entre várias agências e onde funciona a base de monitoramento das demandas cotidianas e dos grandes eventos que a cidade sediará”, explicou a Secretaria. 
A Secretaria garante que o Centro Estadual de Administração de Desastre (CESTAD) e o Centro Estadual de Gerenciamento de emergência Nuclear (CESTGEN) continuarão funcionando na Praça da Bandeira juntamente com a unidade operacional. Já o Setor Estratégico será transferido para o CICC (Leiam mais)".

FORÇAS ARMADAS ASSUMIRÃO COMPLEXO DA MARÉ



As Forças Armadas ocuparão o Complexo do Maré nos próximos dias. O pedido de implementação da Garantia da Lei e da Ordem (GLO) já foi aprovado. Isso fará com que as ações de segurança pública na comunidade serão desenvolvidas pelo comando da tropa que fará a ocupação.
"JORNAL DO BRASIL
Hoje às 13h09 - Atualizada hoje às 18h06
Após ataques a UPPs, Forças Armadas ocuparão o Complexo da Maré
Após reunião realizada na manhã desta segunda-feira (24) com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, o governador Sérgio Cabral anunciou que já foi aprovado, pelo governo federal, o pedido de implementação da Garantia da Lei e da Ordem (GLO) no Conjunto de Favelas da Maré, na zona Norte do Rio. 
A medida, que autoriza as Forças Armadas a ingressar nas comunidades da região para fazer a segurança, já foi assinada pela presidente Dilma Rousseff, mas será colocada em prática apenas quando o decreto for publicado no Diário Oficial da União. A decisão de usar apoio federal na segurança das comunidades foi tomada após ataques a Unidades de Polícia Pacificadora (UPP) em Manguinhos, no Lins e no Complexo do Alemão, semana passada (Leiam mais)".

domingo, 23 de março de 2014

SEGURANÇA: EMPREGO DAS FORÇAS ARMADAS - VOCÊ É CONTRA OU A FAVOR?


As Forças Armadas serão novamente empregadas para socorrer o governo Sérgio Cabral (PMDB) na área da segurança pública. A forma como esse socorro será operacionalizado deverá ser decidido amanhã, dia 24 de março de 2014, durante reunião entre autoridades federais e estaduais.
Cidadão fluminense, você considera correto o emprego das Forças Armadas na segurança pública ou considera que o governo estadual deveria rever o seu planejamento na área para obter melhores resultados no controle da criminalidade?
"JORNAL O DIA
23/03/2014 13:14:03 - Atualizada às 23/03/2014 16:39:31
Reunião vai definir ocupação de comunidades no Rio
Favelas dominadas por facção criminosa ficarão com reforço de policiamento por tempo indeterminado
Rio - Uma reunião nesta segunda-feira, às 10h, no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) definirá as ações que serão implementadas pela segurança pública do Rio no combate ao crime organizado, com a ocupação por tempo indeterminado, de várias comunidades do Rio, dominadas por facção criminosa que tem orquestrado os ataques às bases de unidades de Polícia Pacificadora (UPPs).
No encontro, será definido o esquema de ocupação das comunidades. Vão participar da reunião o governador Sérgio Cabral; o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo; o chefe do Estado-Maior conjunto das Forças Armadas, general José Carlos de Nardi; o secretário de Segurança Pública do Rio, José Mariano Beltrame, além do comandante-geral da Polícia Militar (PM), coronel Luís Castro de Menezes, e o chefe de Polícia Civil, delegado Fernando Veloso (Leia mais)".

ROUBO DE CARROS: CIDADÃO SOFRE DUAS VEZES NO RIO



O roubo de carros aumentou 27% em 2013 com relação ao ano anterior, o que pode ser considerado como uma consequência natural da falta de efetivo nos Batalhões de Polícia Militar para a realização do policiamento ostensivo e das operações policiais.
O que não pode ser considerado normal é o duplo sofrimento a que está submetido todo cidadão que após passar pela violência de ter seu carro roubado, tenta recuperar o meso no Pátio Legal, após a recuperação feita pela Polícia Militar.
É injustificável a penúria que o cidadão precisa passar para recuperar seu patrimônio.
"JORNAL EXTRA
Casos de Polícia
23/03/14 06:00 
Motoristas esperam dias para conseguir recuperar veículos no Pátio Legal
Marcos Nunes
O aumento no número de roubos de carros no estado do Rio — foram mais de 28 mil registros em 2013, ou 27% a mais do que em 2012 — não pune os motoristas apenas na hora do crime. Quem consegue achar seu veículo começa a viver um novo calvário, com nome e endereço conhecidos: o Pátio Legal, em Deodoro, na Zona Norte da cidade. O local é o único oferecido pela Secretaria de Segurança para concentrar a guarda e a entrega de motos e automóveis recuperados pela polícia, no Rio, Niterói, São Gonçalo, Maricá, Itaboraí e nos 13 municípios da Baixada Fluminense. Em 2013, essas regiões tiveram 26.808 roubos de veículo, ou mais de 95% do total de casos no estado (Leia mais)".  

A CPI DA PETROBRÁS PODERÁ VIRAR REALIDADE



As desculpas que o governo arrumou para defender a presidente Dilma no episódio da compra de uma refinaria nos Estados Unidos, um negócio que acarretou um prejuízo à Petrobrás superior a um bilhão de dólares, como a imprensa tem noticiado, parecem ter caído por terra com a revelação das condições da compra de uma outra refinaria, essa no Japão.
Apesar da blindagem que a presidente recebe da base aliado, algo que anda estremecido, pode ser instaurada a CPI da Petrobrás para apurar essas compras.
"O GLOBO
Para oposição, negócio com refinaria do Japão reforça necessidade de CPI
Líder do PPS na Câmara, Rubens Bueno (PR) afirmou que o negócio com os japoneses 'só confirma que Dilma sabia de toda a negociação' Ele acusa o governo de cinismo no tratamento desse assunto
BRASÍLIA - Líderes de partidos de oposição na Câmara afirmaram na manhã deste sábado que a reportagem do jornal "O Estado de S.Paulo" de que, em 2007, a então ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff autorizou a compra da refinaria japonesa Nansei Sekiyu com a cláusula, Put Option, igual à existente no contrato da refinaria de Pasadena, reforça a necessidade da instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a atuação da Petrobras nesses casos. O líder do PPS na Câmara, Rubens Bueno (PR), afirmou que o negócio com os japoneses só confirma que Dilma sabia de toda a negociação e acusa o governo de cinismo no tratamento desse assunto. O PPS colhe assinaturas para instalar a CPI.
- Não tem como acreditar na versão da presidente de que não tinha conhecimento da cláusula. Se antes já não se acreditava, com essa história da refinaria japonesa se acredita menos ainda. Como presidente do Conselho de Administração da Petrobras, era ela (Dilma) quem pauta as reuniões, os temas a serem discutidos. É cinismo inaceitável esse do governo. Com certeza vai dar força para a instalação da CPI, que já conta com apoio de parlamentares até mesmo da base do governo - disse Rubens Bueno (Leia mais)". 

O RIO REAL VAI VENCER O RIO DA PROPAGANDA POLÍTICA



No dia 4 de abril, após alguns adiamentos, Sérgio Cabral deixará o governo do estado do Rio de Janeiro e anunciará que será candidato ao Senado Federal.
No seu lugar ficará o vive Pezão, candidato a sucedê-lo.
Cabral sairá do Palácio Guanabara com índices de rejeição popular elevadíssimos, o que por si só tem prejudicado a campanha de Pezão, candidato que não avança nas pesquisas eleitorais que apontam o deputado federal Garotinho em primeiro lugar.
Tendo sido vice de Cabral ao longos desses mais de sete anos, Pezão não deve conseguir descolar seu nome de Cabral, pois a população o enxergará sempre como cúmplice, por assim dizer, de todos os erros que marcaram o governo Cabral.
Sérgio Cabral com apoio da imprensa inventou um novo Rio de Janeiro, o que só existe na propaganda eleitoral. Um Rio onde os serviços públicos funcionam adequadamente e onde as UPAs e as UPPs são maravilhosas.
Em 2010, Cabral foi reeleito em função da propaganda na imprensa, o Rio virtual venceu o Rio real.
Atualmente, após a população perceber a jogada política, o Rio real deverá derrotar Cabral (Pezão), isso para o bem da população fluminense.

NITERÓI: GREVE DOS GARIS



Os garis de Niterói repetem a mobilização feita pelos garis do Rio de Janeiro e entram em greve na luta por salários dignos.
A greve é o último recurso e a sua deflagração significa que as negociações não atenderam os interesses da categoria.
Desejo que as negociações avancem e que a mobilização seja encerrada com a brevidade possível, isso para evitar sérios contratempos para a população, como ocorreu no Rio de Janeiro.
"SITE R7
21/3/2014 às 16h51 (Atualizado em 21/3/2014 às 17h45)
Garis de Niterói entram em greve e fazem manifestação
Categoria protestou em frente ao prédio de companhia de limpeza do município
O Sindicato de Garis de Niterói decretou na quinta-feira (20) greve. A categoria pede aumento de 25% em cima do piso estadual, que é de R$ 874,46. Após reunião com o prefeito da cidade, Rodrigo Neves, que ofereceu reajuste de 20%, o grupo saiu em passeata pelo centro de Niterói, região metropolitana do Rio. Durante o protesto alguns garis rasgaram sacos de lixo. Nesta sexta-feira (21), os garis fizeram um novo protesto em frente à Clin (Companhia de Limpeza de Niterói) (Leiam mais)".

sábado, 22 de março de 2014

A UPA DE VERDADE E A UPA DA PROPAGANDA POLÍTICA


 
As cenas são fortes!
Na porta da UPA de Senador Camará um jovem de 25 anos morre enquanto esperava atendimento.
O fato ocorreu na quarta-feira de cinzas e tudo foi registrado por um, cinegrafista amador.
Eis a diferença entre a UPA de verdade e a UPA que só existe na propaganda política.
Na UPA de verdade não existem médicos.
Leia a reportagem do jornal Extra e assista o vídeo (Link).

SEGURANÇA: FRACASSO DE CABRAL, TRAZ EXÉRCITO DE VOLTA



O povo tem direito a ter uma segurança pública de boa qualidade.
A população não pode seguir aterrorizada em face da má gestão da segurança no Rio de Janeiro, portanto, respeitando a opinião dos "especialistas" que são contrários ao retorno do Exército Brasileiro, não percebo outra solução a curto prazo.
Além disso, parte significativa da população fluminense sempre cobrou o emprego das Forças Armadas no combate ao crime, embora essa missão não faça parte da destinação constitucional dos militares federais.
Reforça essa ideia as experiências exitosas do emprego das Forças Armadas na segurança pública do Rio de Janeiro, isso no passado recente.
O povo quer segurança, não importando quem propicie essa segurança.
"JORNAL O DIA 
22/03/2014 00:00:26 
Retorno de Exército às comunidades pacificadas divide especialistas
Solicitação de Cabral provoca opiniões distintas: fraqueza ou prevenção?
ATHOS MOURA , CHRISTINA NASCIMENTO , FELIPE FREIRE , MARCELLO VICTOR E VANIA CUNHA
Rio - O retorno do Exército às comunidades provoca opiniões distintas, entre especialistas em Segurança Pública. Se por um lado o momento de crise e afronta de criminosos merece uma ação mais ampla, o reforço também pode transparecer a fraqueza de alguns processos de ocupação.
“É um retrocesso. Sai da linha do planejamento e retorna ao campo da resposta imediata. Eles não podem passar a sensação de insegurança, então dão um passo atrás”, afirmou Ignacio Cano, coordenador do Laboratório de Análise da Violência da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj).
Outro especialista em Segurança Pública, o ex-capitão do Batalhão de Operações Especiais (Bope) Paulo Storani acha a atitude correta. “A melhor opção é a solicitação das Forças Armadas até que consigam debelar essa situação articulada, atípica. E existe a prevenção legal para solicitação em casos de desordem pública”, disse Storani. 
O Exército ajudou o governo do Rio no processo de pacificação no Alemão e na Penha, entre dezembro de 2010 e julho de 2012. Nesse período, a Força prendeu 263 pessoas e deteve outras 470. Também apreendeu 70 quilos de cocaína e outros 60 de maconha. Em 2008, quando ocupou o Morro da Providência, o Exército teve a missão de proteger o canteiro de obras do projeto Cimento Social. Na ocasião, eles também prenderam suspeitos e apreederam drogas, segundo registros na 4ª DP (Central) (Leiam mais).

MORADORES DA ROCINHA SEM ÁGUA NAS TORNEIRAS



A UPP da Rocinha ainda não conseguiu trazer a "pacificação" da comunidade, mas esse não é o único problema dos moradores, a falta de saneamento básico e os problemas no abastecimento de água também violentam os direitos da cidadania.
A CEDAE precisa desenvolver esforços para atenuar o sofrimento dos moradores da Rocinha.
Ter água nas torneiras é um direito.
Tenho certeza que ao invés do teleférico que o governo Cabral quer impor, os moradores preferem investimentos em saneamento e abastecimento de água.
"JORNAL DO BRASIL
Falta de agua na Rocinha já dura meses
Davison Coutinho 
Com todos os problemas que a Rocinha vive, o que tem sido pior e está lado a lado da violência é a falta de água. Aliás, refletindo bem não ter água para o povo é também uma grande violência, digo mais, é um crime contra os nossos direitos: O acesso à água potável e ao saneamento básico é um direito humano essencial, como declarou a Assembleia Geral da Organização das Nações em 2010. 
É um absurdo ver a quantidade de moradores sem um pingo de água nas torneiras, quando falo moradores, falo de gente, ser humano, entre eles crianças, deficientes, idosos. É preciso humanizar os termos para ver se a CEDAE e o Governo do Estado do Rio de Janeiro tomem alguma providencia em relação a esse absurdo com tantas famílias (Leiam mais)".