RIO: PROVAS QUE A SECRETARIA DE SEGURANÇA NÃO FUNCIONA



O governo Sérgio Cabral deixará como "legado" serviços públicos ineficientes ao extremo, sobretudo nas áreas da saúde e da educação pública.
Na saúde inúmeras reportagens mostrando o descaso com a vida humana são provas mais que suficientes para essa gestão desastrosa e na área da segurança pública as provas estão estampadas nas faces dos cidadãos do Rio de Janeiro, aterrorizados com a violência que ocorre em todos os lugares e em qualquer horário.
A reportagem que transcrevo nesse artigo prova a falência completa da gestão da segurança pública.
Nada adiantou o investimento feito em câmeras pela empresa de ônibus, investimento que certamente foi repassado para o preço das tarifas.
Leia e constate o absurdo.
"JORNAL O DIA
27/02/2014 00:10:22
Viação onde PM foi baleado teve sete assaltos, mas ninguém foi identificado
Imagens capturadas por câmeras em ônibus não produzem resultados
Rio - A pesar de já ter em mãos imagens de sete assaltos sofridos pelos ônibus da Viação Nossa Senhora do Amparo apenas neste ano, até o momento a polícia ainda não conseguiu identificar nenhum dos bandidos. A Viação é a mesma onde o PM reformado Jorge Magalhães, de 63 anos, foi baleado na cabeça na segunda-feira. Até a noite de ontem o policial continuava internado em estado grave no Hospital Getúlio Vargas. 
Os sete assaltos aconteceram em três das linhas regulares da Viação. O último foi na Castelo-Maricá. Dois bandidos embarcaram na Rodoviária Novo Rio, entre 19h20 e 19h25, e anunciaram o assalto na Ponte Rio-Niterói. Eles obrigaram o motorista da viação a ir até a Praça do Pedágio, retornar para o Rio e seguir para a Av. Brasil (Leia mais).

Comentários

  1. Em todos os bairros esta tendo diversos assaltos.. Sérgio Cabral acabou com o rio de Janeiro! !!

    ResponderExcluir

Postar um comentário