sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

RIO: PROTESTO DOS FUNCIONÁRIOS DA SAÚDE


 
 
Os profissionais da rede estadual e da rede municipal de educação realizarão uma paralisação de advertência na próxima segunda-feira, dia 24 de fevereiro de 2014, realizando uma assembleia e um protesto no Centro do Rio de Janeiro.
Ontem, ocorreu um novo protesto contra o aumento das passagens com uma caminhada pelo Centro.
Hoje os profissionais federais da saúde realizaram um protesto na Zona Sul.
O RIO de Janeiro vai se transformando em um MAR de protestos.
"JORNAL DO BRASIL
Hoje às 12h48 - Atualizada hoje às 12h49
Servidores federais da saúde fecham rua em protesto na zona sul do Rio
Agência Brasil
Servidores de hospitais federais do Rio de Janeiro fazem neste momento um protesto em Ipanema, na zona sul da cidade. Os funcionários de oito unidades federais de saúde estão em greve desde o dia 3 de fevereiro, contra o aumento da jornada de trabalho para 40 horas e a implantação de ponto eletrônico. Eles também pedem a reabertura das discussões em torno da reestruturação salarial da categoria.
A manifestação começou de manhã, em frente ao Hospital Federal de Ipanema. Depois, o protesto seguiu para a Praça General Osório, no mesmo bairro. Os manifestantes fecharam a Rua Visconde de Pirajá, o que complicou bastante o trânsito de veículos na região.
“Queremos que o governo federal abra negociação para que possa efetivamente acabar com a greve da saúde federal”, disse a coordenadora do Sindicato dos Trabalhadores da Saúde, Trabalho e Previdência Social do Rio de Janeiro (Sindsprev-RJ) Cristiane Gerardo.
Segundo o Sindsprev, a greve envolve os hospitais federais Cardoso Fontes, Andaraí, Bonsucesso, dos Servidores do Estado, de Ipanema e da Lagoa, além dos institutos nacionais de Cardiologia e de Traumatologia e Ortopedia (Into)".
Fonte: Link

Um comentário: