quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

RIO: A POPULAÇÃO ESTÁ EM PÂNICO.


A verdade é que não existe mais lugar seguro no Rio de Janeiro.
A população ficou refém da falta de uma política de segurança pública para o Rio de Janeiro.
São mais de sete anos de UPPs, UPPs e UPPs, nada além disso.
Pior, ao instalar as UPPs a dupla Cabral-Beltrame não prende os traficantes de drogas que atuam nas comunidades. Isso faz com que o grupo se divida. Uma parte permanece nas comunidades dando continuidade a venda de drogas ilícitas, mas sem exibir armas, como o governo quer. Outra parte migra para outras comunidades situadas em outros bairros e/ou outros municípios.
Isso fez com que a insegurança se espalhasse e por mais incrível que possa parecer, nem nas comunidades onde foram implantadas as UPPs existe segurança, como ocorre na Rocinha, por exemplo, onde os tiroteios são frequentes.
"R7 NOTÍCIAS 
18/2/2014 às 17h53 (Atualizado em 18/2/2014 às 19h20)
Traficantes colocam fogo em ônibus em frente a favela na zona oeste do Rio
Segundo moradores da Vila Kennedy, traficantes rivais estão em guerra na região
Um ônibus pegou fogo na tarde desta terça-feira (18) em frente à comunidade do Metral, em Vila Kennedy, na zona oeste do Rio. Segundo o BPVE (Batalhão de Policiamento de Vias Expressas) da Polícia Militar, o incêndio foi provocado por traficantes.
Perto dali, na pista sentido centro da avenida Brasil, uma barricada armada por criminosos pegava fogo por volta das 17h45 e bloqueava uma faixa da via.
Os incêndios podem ser represálias à presença de policiais na comunidade. Durante a manhã e a tarde, PMs do Batalhão de Bangu fizeram uma operação na favela do Metral.
Moradores da região contaram à Rede Record que, durante a madrugada desta terça, traficantes rivais travaram um intenso tiroteio pela disputa de pontos de venda de drogas.
O policiamento foi reforçado na área no fim da tarde (Fonte)".

Nenhum comentário:

Postar um comentário