quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

A "PACIFICAÇÃO" DE SÉRGIO CABRAL CHEGA ÀS ESCOLAS



Eu não consigo entender o "processo de pacificação" implantado no Rio de Janeiro pelo governador Sérgio Cabral e pelo Secretário de Segurança Beltrame.
O que existia antes do projeto ser implementado?
Tráfico de drogas, confrontos armados, feridos, mortos e insegurança.
O que existe após sete anos de implantação do projeto?
Tráfico de drogas, confrontos armados, feridos, mortos e insegurança.
Isso basta para comprovar que o "projeto de pacificação" é um fracasso.
"JORNAL DO BRASIL 
19/02 às 11h47 - Atualizada em 19/02 às 11h48 
Tiroteio na Zona Oeste do Rio deixa mais de 2 mil alunos sem aulas Agência Brasil
Tiroteios deixaram mais de 2 mil alunos sem aulas na comunidade de Vila Kennedy, na zona oeste da cidade do Rio de Janeiro, na manhã de hoje (19). Segundo a Secretaria Municipal de Educação, duas escolas e duas creches, que atendem juntas 1.684 alunos, ficaram fechadas devido aos tiroteios na região. 
Já a Secretaria Estadual de Educação informou que o Ciep Tarso de Castro, que atende a 400 alunos na parte da manhã, também ficou fechado. Segundo a secretaria, a direção da escola tem autonomia para fechar a escola e tomar providências para garantir “a integridade física e moral de seus alunos, professores e funcionários”. 
De acordo com a Polícia Militar (PM), policiais do Batalhão de Operações Especiais e de outros três batalhões de área ocupam a Vila Kennedy, devido ao ataque a uma patrulha da PM ocorrido ontem (18). Durante a troca de tiros entre policiais e criminosos ontem, um homem foi morto (Fonte)".

Nenhum comentário:

Postar um comentário