terça-feira, 28 de janeiro de 2014

PEZÃO, CANDIDATO DE CABRAL, MULTADO POR PROPAGANDA ELEITORAL ANTECIPADA



A crise instalada no PMDB após o governador Sérgio Cabral (PMDB) afundar por completo na rejeição popular, parece não ter fim, deixando o partido encurralado contra a parede, diante da inevitável derrota no pleito eleitoral desse ano.
Não conseguindo sair dos últimos lugares, pesquisa após pesquisa de intenção de votos para o governo do estado do Rio de Janeiro, o candidato do governo acaba avançando contra a legislação eleitoral na tentativa de melhorar a sua posição desesperadora.
O resultado não poderia ser outro: multa.
Enquanto Pezão (PMDB) afunda, o deputado federal Garotinho (PR) segue firme.
O GLOBO
TRE-RJ multa Pezão em R$ 92 mil por propaganda antecipada
Pré-candidato ao governo do Rio ainda pode recorrer da decisão ao TSE O GLOBO
28/01/14 - 17h16
RIO — O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) multou, na sessão desta segunda-feira, o vice-governador do estado do Rio, Luiz Fernando Pezão, em R$ 92,8 mil por propaganda antecipada no horário eleitoral partidário do PMDB na TV e no rádio nos dias 2 e 4 de outubro de 2013. O partido perdeu o direito de transmissão de propaganda pelo tempo equivalente a cinco vezes ao da inserção considerada irregular. Ainda cabe recurso à decisão ao Tribunal Superior Eleitoral, em Brasília.

Nenhum comentário:

Postar um comentário