quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

CONDIÇÕES DE TRABALHO NO SAMU - DENÚNCIA



Transcrevo a seguir uma denúncia recebida sobre a precariedade do SAMU.
DENÚNCIA:
Condições de trabalho nas ambulâncias do SAMU.
Atendimentos precários sem macas a população.
Eventos de mais de quatro horas de solicitação que ao chegar no local somos criticados pela demora além de ter que passar noites no hospital porque estamos com material preso (maca e kits de imobilização) agora temos que trabalhar com ambulâncias que mal cabe uma pessoa ereta dentro, não tem espaço nem para compor o material necessário para o atendimento como cadeira e cone para sinalização da viatura e segurança da equipe.
Ao informar ao comandante da unidade como esta viatura se encontra recebemos a resposta de que nada pode fazer, que não adianta questionar, que temos que nos adaptar e acostumar a atender nessas condições e que se não cabe um cone que coloquem meio cone, demonstrando nenhum interesse em ajudar a melhorar as condições de trabalho e atendimento. 
Fica notável aqui que não podemos pedir ajuda ao comandante uma vez que o mesmo pediu transferência de um militar pelo fato de apontar as condições precárias que estamos sendo submetidos a trabalhar, fazendo disso exemplo para os demais ficarem calados e se adaptarem a trabalhar curvados dentro da viatura e após 24h de serviço irem pra casa com dores na coluna.
Sem contar que a viatura não tem porta lateral e seus degraus são altos para um cliente entrar correndo o risco de causar um acidente por causa dos degraus que são curtos e mal cabe um pé.
Dentre outras irregularidades que tem dentro desse quartel, existe BM que está fora da sua função como motorista e está no setor de compras de alimentação recebendo gratificação de R$ 350,00 sem sequer tirar um serviço, aparece no quartel muito mal duas vezes na semana, isso na parte da manhã.
Gratificação essa que pra fazer jus o militar tem que ter no minimo 40h semanais . 
Transferir militar é mais fácil que solucionar os problemas.
Todos sabem que a ambulância não tem condições de atender com dignidade as vitimas e tão pouco para seus militares trabalharem.
Ficam as perguntas: 
- Qual interesse em manter esta viatura na unidade?
- Quem ganha com isso? 
Respostas não teremos e teremos que nos calar ao invés de questionar (anônimo).

Nenhum comentário:

Postar um comentário