domingo, 26 de janeiro de 2014

BOMBEIROS E POLICIAIS MILITARES RECLAMAM DE ATENDIMENTO RUIM NA SAÚDE



No Rio de Janeiro, o Corpo de Bombeiros Militar e a Polícia Militar possuem redes próprias de saúde, compostas por hospitais e policlínicas. Em tese, isso seria uma vantagem e um tipo de salário indireto, mas para que tal quadro se concretizasse era fundamental que esses sistemas de saúde funcionassem adequadamente, o que não acontece.
Tenho amigos na Polícia Militar que reclamam do atendimento na rede da PMERJ, sobretudo os Praças.
Atualmente, tenho recebido reclamações sobre o atendimento no hospital central e nas policlínicas do Corpo de Bombeiros, sendo que mais uma vez os que mais reclamam do atendimento são os Praças.
Na Polícia Militar, o agravamento do mau atendimento pode ser o reflexo do agigantamento da corporação que o governo Sérgio Cabral tem promovido, sem que aumentasse a oferta de hospitais e policlínicas na proporção direta.
Urge que o governo e os Comandos Gerais se esforcem para reverter esse quadro de sofrimento para os Bombeiros e Policiais Militares.
O meu gabinete está aberto e estará sempre aberto para ouvir os Bombeiros e os Policiais Militares, assim como, o funcionalismo público em geral e a população como um todo.
Um dia o Rio de Janeiro poderá ser uma verdadeira Cidade Maravilhosa, trabalho com esse objetivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário