sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

BOMBEIROS E POLICIAIS MILITARES - AUMENTO



Os Bombeiros e Policiais Militares esperam ansiosos a chegada do mês de fevereiro, em face do reajuste prometido pelo governador Sérgio Cabral.
Sobrevivendo com salários famélicos, o cumprimento da promessa governamental é a esperança de diminuir um pouco as dificuldades vivenciadas diariamente para o sustento da família dos Bombeiros e Policiais Militares do Rio de Janeiro.
A prova dessa carência é a continuidade do segundo emprego, quer seja em uma atividade particular, quer seja nos serviços extras remunerados.
O Bombeiro e o Policial Militar do nosso estado não conseguem folgar, um direito que os baixos salários torna irrealizável.
A folga é indispensável para o equilíbrio físico e mental dos militares estaduais que trabalham em atividades estressantes e que incluem o risco de morte.
Os nossos heróis fardados aguardam que Cabral cumpra a sua promessa, enquanto isso no Distrito Federal, onde os salários são infinitamente melhores, surge uma "Operação Tartaruga".
É hora de cumprir a promessa, governador.

3 comentários:

  1. Vereador nao teve aumento. O contra cheque acabou de sair e o aumento nao veio. Fomos enganados

    ResponderExcluir
  2. Já saiu o contracheque e nenhum aumento.

    ResponderExcluir
  3. É fevereiro mais só recebe em março...

    ResponderExcluir