sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

RIO: A POPULAÇÃO SE REVOLTA E OS PROTESTOS ESTÃO CRESCENDO



Os governantes brasileiros nos três níveis (federal, estaduais e municipais) precisam aprender de uma vez por todas que a população cansou de pagar muito caro para sustentar o Estado, sem receber a contrapartida devida na forma de serviços públicos, realizados pelo Estado ou por concessionárias de serviço público.
Saúde, segurança e educação públicas são extremamente deficitárias.
Os hospitais públicos são um exemplo claríssimo e gravíssimo do descaso governamental com a vida humana, algo que passa também pela falta de segurança nas nossas ruas. Por sua vez, as escolas parecem fábricas de analfabetos funcionais, comprometendo o futuro de gerações.
A população cansou, eis a verdade.
Cansou de ficar cerca de quatro horas por dia presa em trens, barcas, ônibus e vagões do metrô só para se deslocar de casa para o trabalho e para fazer o caminho inverso.
Cansou de perder um quarto da sua vida no interior desses transportes públicos deficitários.
A população cansou de receber serviços de péssima qualidade e ainda ter que arcar com reajustes no preço dessas passagens.
Isso é uma autêntica covardia.
Prestar um serviço péssimo e reajustar o preço sem melhorar o serviço.
É hora dos governantes acordarem para essa realidade, não concedendo reajustes para concessionárias de serviço público que atendem mal à população.
Não tenham dúvida, a população não pulará apenas as roletas, ela virá para as ruas protestar.
Lembrem-se que ninguém "engoliu" os bilhões gastos na construção e na recuperação de estádios de futebol para a Copa 2014.
Serviços públicos de boa qualidade não se fazem com estádios de futebol.

GUARDAS MUNICIPAIS: DINHEIRO TEM, O QUE FALTA É VONTADE



Os Guardas Municipais do município do Rio de Janeiro padecem também com os baixos salários e com as condições inadequadas para o exercício de suas funções.
A luta pela melhoria salarial é mais do que justa, além disso, o prefeito Eduardo Paes (PMDB) pode remunerar melhor a GM-Rio, como comprova o dinheiro que ele gasta do município para pagar as gratificações aos Policiais Militares que trabalham nas Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs).
Isso é muito fácil de comprovar.
A gratificação mensal paga por Eduardo Paes aos PMs é de R$ 750,00.
Nas UPPs estamos alcançando um efetivo total próximo a 10.000 PMs.
Basta fazer a multiplicação para comprovar que Paes gasta por mês R$ 7.500.000,00.
Sete milhões e quinhentos mil reais por mês.
Por ano são R$ 90.000.000,00.
Noventa milhões.
Dinheiro tem, o que falta é vontade.

BOMBEIROS E POLICIAIS MILITARES - AUMENTO



Os Bombeiros e Policiais Militares esperam ansiosos a chegada do mês de fevereiro, em face do reajuste prometido pelo governador Sérgio Cabral.
Sobrevivendo com salários famélicos, o cumprimento da promessa governamental é a esperança de diminuir um pouco as dificuldades vivenciadas diariamente para o sustento da família dos Bombeiros e Policiais Militares do Rio de Janeiro.
A prova dessa carência é a continuidade do segundo emprego, quer seja em uma atividade particular, quer seja nos serviços extras remunerados.
O Bombeiro e o Policial Militar do nosso estado não conseguem folgar, um direito que os baixos salários torna irrealizável.
A folga é indispensável para o equilíbrio físico e mental dos militares estaduais que trabalham em atividades estressantes e que incluem o risco de morte.
Os nossos heróis fardados aguardam que Cabral cumpra a sua promessa, enquanto isso no Distrito Federal, onde os salários são infinitamente melhores, surge uma "Operação Tartaruga".
É hora de cumprir a promessa, governador.

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

EDUARDO PAES É "HOMENAGEADO" EM RAP E SE REVOLTA. CABRAL E BOMBEIROS TAMBÉM SÃO CITADOS

Reprodução do Facebook com a foto feita pela motorista quando Paes a interpelou na janela do carro

Reprodução do Facebook com a foto feita pela motorista quando Paes a interpelou na janela do carro
 
 

A história é essa. Uma jovem estava no seu carro no Centro do Rio e ouvia alto o rap “O bandido do Rio”, que eu nem conhecia, mas reproduzo abaixo. Fala das armações dos governantes, dos escândalos, e chama Cabral e Paes de bandidos do Rio.

Paes avisado pela segurança mandou parar do lado do carro da moça e revoltado fotografou-a e ofensivamente interpelou-a perguntando quanto que estava ganhando para tocas o rap. É muita arrogância desse prefeito. Aliás, para que Paes fotografou o rosto da motorista?

No vídeo o rap, do MC PH Lima, começa em 1m30s, antes ele fala de sua revolta com o que está acontecendo no Rio de Janeiro.



Abaixo a letra do rap.

O bandido chegou em São Gonçalo
Eu tava ligado que ia ter eleição
De repente apareceu projeto,
Falou que barraco ia virar mansão
E eu vi que algo tinha mudando,
Os vermes pararam de me esculachar
Morador tratado com respeito
Eu sei que isso tinha hora pra terminar

E o patrão achava ele maneiro,
A milícia achava ele legal,
Os dois, num bonde só,
Pediam voto pro Cabral
Traficante achava ele maneiro,
A milícia achava ele legal,
Os dois, num bonde só,
Pediam voto pro Cabral

E no Rio tem choque de ordem,
Em São Gonçalo, mataram a juíza
UPP na ALERJ: eu quero ver fazer justiça
No Estado que o bueiro explode,
Explode também a passagem da barca
No trem da Supervia o povo leva chicotada

E o bombeiro o bandido expulsa,
Professor o bandido esculacha
E o preto na favela todo dia ele mata

E o bombeiro o bandido expulsa,
Professor o bandido esculacha
E o preto em São Gonçalo todo dia ele mata

O bandido, o bandido, o bandido, o bandido
Se acha o tal
O nome do bandidoôô
É Sérgio Cabral!

O bandido, o bandido, o bandido, o bandido
Eu odeio de mais
O nome do bandidoôô
É Eduardo Paes!


Fonte: http://www.blogdogarotinho.com.br/lartigo.aspx?id=15966

PREFEITO EDUARDO PAES AUMENTA AS PASSAGENS DE ÔNIBUS PARA R$ 3,00 #PROTESTOS

Prefeito com medo de novos protestos estende passe livre a universitários.

Depois de anunciar o aumento de R$ 3 na passagem dos ônibus, o prefeito Eduardo Paes também decidiu aumentar o número de gratuidades dos estudantes da rede pública e estender o benefício para os universitários. Os alunos das escolas de níveis médio e fundamental que já tinham direito a 60 passagens por mês vão ganhar mais 16 gratuidades para utilizar também nos fins de semana e ter mais acesso a equipamentos culturais. 

O decreto publicado hoje no Diário Oficial do Município determina ainda que os universitários cotistas e bolsistas do ProUni, que já tinham direito à meia passagem, tenham agora 76 gratuidades mensais. Além disso, todo universitário com renda familiar per capita até um salário mínimo, mesmo que seja da rede particular, também terá direito às gratuidades. 

“A passagem será reajustada, mas tomaremos outras medidas que têm a ver com as manifestações de junho, ouvindo as reivindicações dos estudantes. A gente já tem gratuidade pra ensino fundamental municipal, ensino médio estadual e federal. Esse garotada tem direito a 60 passagens por mês em dias de aula. Vamos dar mais 16 passagens, o que significa direito à cidade, uma demanda das ruas que eu demorei a entender, mas conversando com as pessoas entendi e achei justo”, afirmou Paes. 

De acordo com o prefeito, ao todo, serão 272 mil estudantes beneficiados. Deste total, 60 mil têm renda familiar per capita abaixo de um salário mínimo, e outros 8 mil são do ProUni. 

O prefeito disse ainda que estuda outros benefícios: “A gente está estudando a possibilidade de fazer um cartão carioca jovem. É uma primeira base de iniciativas para a garotada, com entrada para shows, como um vale cultura municipal. Mas isso ainda está em estudo.”


Protesto já é convocado 

O Fórum de Lutas Contra o Aumento da Passagem marcou para o próximo dia 13 um grande ato na Cinelândia, às 17h. “Esperamos uma grande adesão na próxima passeata. Afinal, esse aumento valeu por dois, pois conseguiram aumentar e ainda subiram o valor anterior previsto”, informou Gabriel Siqueira, membro do movimento.


Aumento de 9% nas tarifas

O prefeito Eduardo Paes foi rápido: o novo preço da passagem dos ônibus municipais será de R$ 3, ou seja, 9% a mais do que os R$ 2,75 atuais. A decisão está publicada hoje no Diário Oficial e começa a valer a partir do dia 8 de fevereiro. O Tribunal de Contas do Município do Rio de Janeiro (TCM) recomendou o reajuste na terça-feira. Os conselheiros entenderam que o contrato de concessão da prefeitura com as empresas de ônibus deve ser cumprido para evitar o risco de interrupção dos serviços. 

Por contrato, o reajuste das tarifas deve acontecer uma vez por ano, sempre no primeiro dia útil. Mas o último aumento foi há mais de dois anos, em janeiro de 2012. No ano passado, o governo federal solicitou que o prefeito Eduardo Paes adiasse o reajuste para segurar a inflação. Ele atendeu ao pedido. Seis meses depois, em junho, o preço saiu de R$ 2,75 para R$ 2,95. E foram exatamente estes R$ 0,20 a mais o estopim de uma série de protestos em todo o Brasil. A pressão popular abriu um precedente histórico: o governo foi obrigado a recuar da decisão, voltando a tarifa para R$ 2,75. 

No Rio, diferentemente de muitas outras metrópoles, não existe subsídio por parte do governo para os serviços prestados pelos ônibus, o que diminuiria o valor da passagem. Sendo assim, de acordo com especialistas, não existe outra opção além de repassar o custo operacional do sistema para os passageiros. E não fica por aí. São os usuários que pagam também pelas gratuidades.

Fonte: Jornal O Dia

Enquanto nosso prefeito faz reajuste nas passagens de ônibus, a população padece com a precariedade e superlotação dos transportes públicos. Revoltante!!

CONDIÇÕES DE TRABALHO NO SAMU - DENÚNCIA



Transcrevo a seguir uma denúncia recebida sobre a precariedade do SAMU.
DENÚNCIA:
Condições de trabalho nas ambulâncias do SAMU.
Atendimentos precários sem macas a população.
Eventos de mais de quatro horas de solicitação que ao chegar no local somos criticados pela demora além de ter que passar noites no hospital porque estamos com material preso (maca e kits de imobilização) agora temos que trabalhar com ambulâncias que mal cabe uma pessoa ereta dentro, não tem espaço nem para compor o material necessário para o atendimento como cadeira e cone para sinalização da viatura e segurança da equipe.
Ao informar ao comandante da unidade como esta viatura se encontra recebemos a resposta de que nada pode fazer, que não adianta questionar, que temos que nos adaptar e acostumar a atender nessas condições e que se não cabe um cone que coloquem meio cone, demonstrando nenhum interesse em ajudar a melhorar as condições de trabalho e atendimento. 
Fica notável aqui que não podemos pedir ajuda ao comandante uma vez que o mesmo pediu transferência de um militar pelo fato de apontar as condições precárias que estamos sendo submetidos a trabalhar, fazendo disso exemplo para os demais ficarem calados e se adaptarem a trabalhar curvados dentro da viatura e após 24h de serviço irem pra casa com dores na coluna.
Sem contar que a viatura não tem porta lateral e seus degraus são altos para um cliente entrar correndo o risco de causar um acidente por causa dos degraus que são curtos e mal cabe um pé.
Dentre outras irregularidades que tem dentro desse quartel, existe BM que está fora da sua função como motorista e está no setor de compras de alimentação recebendo gratificação de R$ 350,00 sem sequer tirar um serviço, aparece no quartel muito mal duas vezes na semana, isso na parte da manhã.
Gratificação essa que pra fazer jus o militar tem que ter no minimo 40h semanais . 
Transferir militar é mais fácil que solucionar os problemas.
Todos sabem que a ambulância não tem condições de atender com dignidade as vitimas e tão pouco para seus militares trabalharem.
Ficam as perguntas: 
- Qual interesse em manter esta viatura na unidade?
- Quem ganha com isso? 
Respostas não teremos e teremos que nos calar ao invés de questionar (anônimo).

A LUTA CONTRA OS MAUS TRATOS EM ANIMAIS

Eu apoio essa luta!
É dever de todo ser humano zelar para que os animais que nós domesticamos para que nos servissem ou para que nos fizessem companhia, sejam muito bem tratados.
Infelizmente, isso não é uma realidade.
Exemplos de maus tratos em animais são uma recorrência no noticiário.
Urge que nos envolvamos nessa luta em defesa dos animais, caso contrário, a nossa espécie, tida como a mais evoluída, acabará comprovando o contrário a partir da nossa omissão.
Os defensores dos animais podem contar com o nosso trabalho e a nossa parceria.




EMAIL: 
"Com um perfil com mais de 700 mil seguidores, Luisa Mel diz NÃO para as CHARRETES de Paquetá em postagem no facebook.
Mais de 23 mil pessoas já compartilharam em menos de 24 horas Em postagem no facebook, Luisa Mel fala de Paquetá - diz que cavalos não são escravos e coloca foto de um cavalo que foi eutanasiado em abril de 2013 em Paquetá. 
Imagem da postagem em anexo. 
Junte-se a nós Pelo Fim da Tração Animal na Ilha de Paquetá RJ.
Acesse no facebook: Alforria Já Paquetá. 
Acorda Rio.
Diga Não aos Cavalos na Ilha de Paquetá 
"Quem sofre a brutalidade jamais tira benefício dela.Os violentadores, por não sofrerem nenhum malefício com suas práticas violentas, AS PERPETUAM. Mantidas ao longo dos séculos, VIRAM TRADIÇÕES. Assim tem sido escrita a história dos HOMENS..." Sonia Felipe.
Att,
Silvia Mibielli (moradora da Ilha de Paquetá ).
Grupo AmaBicho"

ANALFABETISMO, UM MAL QUE O BRASIL NÃO CONSEGUE VENCER



Eu tenho tratado da necessidade imperiosa de que o governo, isso nos três níveis, invista nos serviços públicos e nos servidores públicos, pois não vejo alternativa para um melhor atendimento à população, sobretudo a parcela mais carente.
Qualificar e valorizar o servidor público é o único caminho para termos serviços públicos de boa qualidade, algo que temos direito, pois somos nós os patrocinadores do Estado.
Vale sempre lembrar que os serviços públicos não são grátis, nós pagamos por eles.
Nós pagamos pela escola pública, como pagamos pela escola particular, o que muda é a forma de pagar e quem paga. Os usuários das escolas particulares arcam com os custos, mas todos nós arcamos com os custos das escolas públicas, inclusive quem tem seus filhos em escola particular.
A educação é a base da cidadania, sem ela o cidadão tem dificuldades ao longo de toda sua vida.
O analfabetismo é uma forma de violência contra o povo.
No Brasil estamos afastando as pessoas da condição de cidadãos brasileiros quando o governo não oferta uma educação de boa qualidade.
O governo está criando cidadãos de segunda classe, apartados dos direitos constitucionais.
A nossa luta por um serviço público de boa qualidade faz parte da nossa rotina diária e o nosso gabinete estará sempre aberto para quem quiser ombrear conosco nessa luta cidadã.

"FOLHA DE SÃO PAULO 
Brasil é o 8º país com mais adultos analfabetos, aponta Unesco 
FLÁVIA FOREQUE
DE BRASÍLIA 
29/01/2014 03h00 
Do total de 774 milhões de adultos analfabetos no mundo, 72% deles estão em dez países, entre eles o Brasil. 
A Índia lidera a lista, com um total de 287 milhões, seguido de China e Paquistão. O Brasil ocupa o oitavo lugar. 
Os dados fazem parte de relatório divulgado pela Unesco sobre seis metas para melhorar a educação até 2015. 
Em 2000, 164 países assumiram o compromisso e desde então são monitorados pela ONU (Organização das Nações Unidas). O documento, que será lançado hoje em Brasília e em Adis Adeba (Etiópia), mostra avanços na área, mas aponta "lentidão nesse progresso" -na última década, o número de adultos analfabetos caiu apenas 1%. 
Segundo o Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) de 2012, o Brasil tem 13,2 milhões de analfabetos com 15 anos ou mais. 
A secretária de educação continuada e alfabetização do Ministério da Educação, Macaé dos Santos, diz que há concentração de analfabetos entre idosos, principalmente em municípios pequenos. 
 "As taxas de analfabetismo têm caído entre a população mais jovem, [mas] o desafio ainda nos preocupa." 
O relatório elogia iniciativas do governo, como o Ideb, indicador de qualidade da educação básica no país. No documento, ele é indicado como "ferramenta-chave" para estratégias na área (Fonte).

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

TCM APROVA REAJUSTE DA PASSAGEM DE ÔNIBUS - PROTESTOS DEVEM VOLTAR

Paes decide esta semana valor do aumento e quando entrará em vigor.



O Tribunal de Contas do Município do Rio (TCM) decidiu por votação unânime que o contrato da Prefeitura do Rio com as empresas de ônibus deve ser cumprido e as tarifas dos coletivos devem ser reajustadas. Mesmo considerando que os dados obtidos na auditoria realizada pelo órgão não são confiáveis, o relator Ivan Moreira afirma que a prefeitura poderá reajustar os preços das passagens  de ônibus conforme está previsto em contrato com as empresas do setor, Ivan entendeu que não conceder o aumento colocaria em risco a continuidade dos serviços.

“Uma coisa precisa ficar clara: não é o Tribunal que decide o aumento da passagem. Isso é função da Prefeitura”, disse o presidente do TCM, Thiers Montebello, ressaltando que o órgão não tem o poder de dar a palavra final sobre o reajuste. Caberá ao prefeito Eduardo Paes anunciar quando e exatamente qual será o percentual do aumento, pois é função do município determinar o valor, com base na fórmula contratual. Montebello foi incisivo ao dizer que a prefeitura falhou na fiscalização dos serviços das empresas de ônibus, e de fato, é evidente o quadro apresentado pelo sistema recheado de falhas, principalmente de fiscalização. Thiers ressalta inclusive que a coordenadoria da Secretaria Municipal de Transportes responsável pelos dados da empresas de ônibus conta com apenas um funcionário. “Não há estrutura na Secretaria de Transportes. Isso dito pelo próprio secretário  (Carlos Roberto Osório)”, considerou. 

A linha tomada pelo TCM nesta terça-feira (28/01) é basicamente a de dar às empresas o direito do reajuste, mas cobrando uma série de deveres que estão previstos em contrato e que claramente  não estão sendo cumpridos. Para isso, há uma longa lista de medidas que a prefeitura terá de tomar, em prazos que vão até seis meses. Até abril, por exemplo, o município terá de realizar  uma auditoria no sistema de bilhetagem eletrônica, para verificar os dados de fluxo de passageiros e estabelecer indicadores claros para a medição de qualidade dos serviços.

Manifestação contra reajuste



Na tarde desta terça-feira (28/01), manifestantes protestaram no Centro do Rio contra o reajuste das tarifas do transportes públicos. Eles seguiram até a Central do Brasil pela lateral da Avenida Presidente Vargas e, durante cerca de 40 minutos, tomaram a entrada para o terminal de embarque dos trens da SuperVia e incitaram passageiros a entrar sem pagar. Algumas lojas chegaram a fechar, outras ficaram a meia porta e outras abertas. Por volta das 20h, eles se retiraram pacificamente e seguiram em direção à Candelária ocupando três faixas da Avenida Rio Branco. Às 21h, a manifestação terminou nos Arcos da Lapa. Não houve incidentes.

Fonte: O GLOBO

Esperamos que o valor determinado pelo nosso Prefeito, seja equivalente a qualidade do serviço que será prestado. 
Se é  importante que ocorra o reajuste, mais ainda que haja fiscalização e conforto para os usuários! 

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

PEZÃO, CANDIDATO DE CABRAL, MULTADO POR PROPAGANDA ELEITORAL ANTECIPADA



A crise instalada no PMDB após o governador Sérgio Cabral (PMDB) afundar por completo na rejeição popular, parece não ter fim, deixando o partido encurralado contra a parede, diante da inevitável derrota no pleito eleitoral desse ano.
Não conseguindo sair dos últimos lugares, pesquisa após pesquisa de intenção de votos para o governo do estado do Rio de Janeiro, o candidato do governo acaba avançando contra a legislação eleitoral na tentativa de melhorar a sua posição desesperadora.
O resultado não poderia ser outro: multa.
Enquanto Pezão (PMDB) afunda, o deputado federal Garotinho (PR) segue firme.
O GLOBO
TRE-RJ multa Pezão em R$ 92 mil por propaganda antecipada
Pré-candidato ao governo do Rio ainda pode recorrer da decisão ao TSE O GLOBO
28/01/14 - 17h16
RIO — O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) multou, na sessão desta segunda-feira, o vice-governador do estado do Rio, Luiz Fernando Pezão, em R$ 92,8 mil por propaganda antecipada no horário eleitoral partidário do PMDB na TV e no rádio nos dias 2 e 4 de outubro de 2013. O partido perdeu o direito de transmissão de propaganda pelo tempo equivalente a cinco vezes ao da inserção considerada irregular. Ainda cabe recurso à decisão ao Tribunal Superior Eleitoral, em Brasília.

CABRAL ACUSADO DE "VENDER" UPPs. MINISTÉRIO PÚBLICO VAI INVESTIGAR



Eu confesso que pensava que já tinha visto de tudo no governo Sérgio Cabral (PMDB), a começar pelo péssimo tratamento que o governo sempre dispensou ao funcionalismo público estadual, nesses sete anos de governo, passando por uma série de escândalos que chegaram até a envolver "Juquinha", o cão da família Cabral, um dos usuários dos helicópteros pagos com o dinheiro da população.
Eis que sou surpreendido com a notícia de que o governo Cabral está sendo investigado por vender "UPPs".
Confesso, essa eu nem podia imaginar.
Eu sempre soube que o projeto das UPPs era algo para alcançar interesses eleitorais do governo, aliás, todos que analisaram a forma de implantação das UPPs, logo constataram que os interesses passavam longe de atender a população fluminense como um todo, mas vender UPPs, isso eu nunca passou pela minha cabeça.
O Ministério Público vai investigar.
JORNAL DO BRASIL 
Rio 
MP vai investigar se Cabral negociou UPP e financiamento da Odebrecht 
O deputado Áureo Lídio (SDD-RJ) denunciou nesta segunda-feira (27/1) um esquema ilegal de favorecimentos políticos movido pelo governo de Sérgio Cabral e envolvendo as Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs). Em entrevista ao jornal Extra, Lídio afirmou que a Secretaria de Estado de Segurança só anunciou a ida da UPP de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, na semana passada, porque havia uma negociação com o seu partido, exigindo como condição que a sigla apoiasse o vice-governador Luiz Fernando Pezão nas eleições de outubro. A proposta incluía também doações da construtora Odebrecht para a campanha do partido. 
Após as revelações, o procurador regional eleitoral do Rio, Paulo Bérenger, disse que vai instaurar um procedimento para investigar o caso. Bérenger considerou que é 'uma denúncia que deve ser detalhada'. Já o procurador-geral do Ministério Público (MP), Marfan Vieira, vai estudar o “aspecto técnico” das denúncias do deputado. Pelas denúncias de Lídio, o próprio governador Cabral e o vice governador Pezão chegaram a participar de uma reunião para discutir e firmar o acordo entre os partidos. A assessoria de comunicação do governo negou que o encontro de Cabral com Lídio tenha sido para tratar de UPPs ou qualquer financiamento à Odebrecht. O presidente do Solidariedade, Paulinho (SP), também negou qualquer envolvimento da Odebrecht no suposto esquema proposto pelo PMDB, mas confirmou a negociação. 
O caso influenciou na decisão do deputado estadual Pedro Fernandes em aceitar o cargo de secretário estadual de Assistência Social e Direitos Humanos. Fernandes agradeceu o convite do governador Sérgio Cabral, mas disse, através de um e-mail, que prefere aguardar o esclarecimento dos fatos. 

USUÁRIOS PROTESTAM CONTRA A SUPERVIA NA CENTRAL DO BRASIL

Ontem, usuários cansados de sofrer com os problemas que enfrentam diariamente em face da precariadade do transporte público realizado em trens administrados pela SUPERVIA, realizaram um protesto na Central do Brasil.
Tenho avisado que o povo aprendeu o caminho, ou seja, exercer a sua cidadania através de protestos, o que deve ser feito de forma organizada, ordeira e pacífica.
Diariamente tem ocorrido protestos no estado do Rio de Janeiro, pelos mais variados motivos, todos eles justos.
Falta de energia elétrica, falta de água, caos nos transportes públicos e outros temas tem motivado o povo para sair às ruas e protestar.
É hora dos maus governantes começarem a ouvir o povo, caso contrário a Copa 2014 será conhecida como a Copa dos Protestos.
A seguir algumas imagens do protesto (Fonte: @VemPraRua_BR ):






GUARDAS MUNICIPAIS DO RIO PODERÃO ENTRAR EM GREVE


Os guardas municipais do Rio podem cruzar os braços em dois períodos de grande movimento na cidade: o carnaval e a Copa do Mundo. 

Na última sexta-feira (24/01) , uma Assembleia com a presença de cerca de 600 guardas, segundo os organizadores, decidiu decretar estado de greve. A proposta de GREVE foi aprovada pela esmagadora maioria que inicia agora a peregrinação para documentar e legalizar a mobilização.

A ideia do grupo, que não é ligado ao sindicato da categoria, é fazer uma paralisação no início de março. Caso as reivindicações não sejam atendidas, uma nova greve poderia acontecer durante a Copa do Mundo. A categoria pede um novo plano de cargos e salários, melhorias no piso salarial e mudanças na escala de serviço dos guardas.

A Guarda Municipal do Rio informou, por meio de nota, que desconhece qualquer indicativo de greve dos integrantes da corporação e que vem mantendo diálogo constante com o sindicato que representa a categoria a respeito das reivindicações.

Fonte: Extra




TRAGÉDIA NA LINHA AMARELA

Irresponsabilidade de motorista causa 4 mortes em acidente.




Um caminhão basculante derrubou uma passarela na Linha Amarela, altura de Pilares, na manhã desta terça-feira. Segundo a concessionária Lamsa, responsável pela via expressa, o acidente deixou pelo menos quatro mortos e cinco feridos. Um táxi placa KPP 5943, um Palio placa KWH 1367 e uma moto foram esmagados na queda da estrutura. Bombeiros trabalham no resgate das vítimas e na retirada da passarela. Os feridos, entre eles o motorista do caminhão que provocou o acidente, foram levados para as seguintes unidades: Luis Fernando Costa, de 31 anos foi para o Hospital municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, Jairo de 44 anos foi encaminhado para o Hospital Federal de Bonsucesso, na Zona Norte da cidade, e Glaucia, de 40 anos foi resgatada por helicóptero, para o Hospital Estadual Alberto Torres, em São Gonçalo. Dois mortos foram identificados: Célia Maria, de 64 anos, que foi arremessada da passarela e Adriano T. de Oliveira, de 26 anos, que foi lançado no canal que divide as pistas da via expressa. Outros feridos ainda não identificados são uma mulher de 36 anos, encaminhada para o Hospital Municipal Souza Aguiar, e um homem de 70, socorrido para o Hospital Municipal Salgado Filho.  Ainda não há informações sobre o hospital para onde a quarta vítima foi levada.


O caminhão que derrubou a passarela da Linha Amarela tinha um logotipo escrito que trabalhava "a serviço da Prefeitura do Rio". Porém, o secretário de Conservação e Serviços do Rio, Marcos Belchior,
disse em entrevista à Globo News que no momento do acidente, o veículo não estava prestando serviço para a administração, mesmo tendo licença para isso. A caçamba tinha a inscrição também da empresa Arco da Aliança, que de acordo com o site da prefeitura seria credenciada pela Comlurb, estava levantada antes de colidir na estrutura, que fica entre as saídas 4 e 5.


A concessionária que administra a via, proíbe a circulação de veículos de carga nos horários das 6h às 10h e das 17h às 20h em dias úteis, em ambos os sentidos. Deixando claro que o veículo circulava em horário  irregular pela Linha Amarela. O Motorista da Linha 315 (Recreio-Central), Antonio Carlos da Silva, disse que viu o momento exato do acidente. Ele conta que ainda tentou avisar ao motorista que a caçamba estava levantada:

— Ele estava correndo muito e não deu tempo de avisar. Só tive tempo de frear e assistir toda a tragédia. Parecia guerra. Vi quando os dois carros foram esmagados pela passarela, e uma senhora que passava em cima voou longe — contou o motorista.

Procurada pelo GLOBO, a empresa Arco da Aliança não quis se pronunciar, mas informou que enviou um advogado e outro representante para o local. Segundo o prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), o caminhão tinha altura suficiente para passar em baixo da ponte. "O que estamos investigando é o porquê de ele estar com a caçamba levantada", disse, em entrevista à imprensa. A Polícia Civil informou que foi aberto um inquérito na 44ª DP (Inhaúma) para apurar as circunstâncias do acidente, o delegado aguarda a liberação médica das vítimas sobreviventes para que sejam ouvidas.

Fonte: O Globo 


Onde estava a fiscalização da Via que não reparou na trajetória do caminhão com a caçamba levantada? 
Importante que os responsáveis pela tragédia apareçam para responderem aos prejuízos causados, não só a via, mas as famílias que perderam seus entes queridos.

CABRAL E PT, UM CASAMENTO QUE TERMINA SOB AMEAÇAS



O noticiário dá conta que o casamento entre o PT e o PMDB do Rio de Janeiro acabou em clima de ameaça.
O PT diz que vai expulsar dos quadros do partido quem insistir em permanecer no governo Sérgio Cabral.
O partido demonstra que quer se descolar o mais rapidamente possível da desastrosa gestão Cabral no Rio de Janeiro.
Uma postura natural, diante da rejeição popular do governador, uma das maiores do país, se não for a maior.
Político odiado pelo povo, nenhum político quer ao seu lado, a regra é clara.
Convido a todos(as) para a leitura da matéria que trata do assunto.
O Dia » Notícia » Rio » PT vai expulsar quem se recusar a sair do governo Cabral
27/01/2014 23:00:54 PT vai expulsar quem se recusar a sair do governo Cabral
Presidente do partido no Rio prometeu nesta segunda punir rebeldes
ROZANE MONTEIRO
Rio - Acabou ficando para o dia do aniversário de Sérgio Cabral o que pareceu ter sido a última reunião da ‘novela’ em que se transformou o fim da aliança PMDB-PT. Na manhã desta segunda-feira, quando o governador fez 51 anos, ele e o presidente regional do PT, Washington Quaquá, tomaram um café juntos no Palácio Guanabara, e o martelo foi batido: depois de sexta-feira não deverá ter mais nenhum petista no governo. 
Quem insistir em ficar, disse Quaquá nesta segunda à tarde, será “submetido à comissão de ética e estará sujeito a sanções regimentais, que podem levar até a expulsão”. Quaquá chegou a levar a lista de 400 pessoas que, nas contas dele, estão na cota do PT nas secretarias do Ambiente e de Assistência Social e Direitos Humanos, comandadas até agora, respectivamente, por Carlos Minc e Zaqueu Teixeira.
Mas, segundo o prefeito de Maricá, Cabral disse que as exonerações ficarão a cargo dos novos secretários, que ainda não foram escolhidos. Inicialmente sondado para assumir a Assistência Social, o deputado estadual Pedro Fernandes (Solidariedade) recusou o convite nesta segunda. Sua prioridade é tentar a reeleição para a Alerj.
Cabral recebe Zaqueu nesta terça
A tensão entre PT e PMDB começou ano passado, quando os dois partidos indicaram que teriam candidatos ao governo: o senador petista Lindbergh Farias e o vice-governador Luiz Fernando Pezão. Como o PT foi aliado de Cabral desde sua primeira eleição, em 2006, o ‘divórcio’ demorou porque ainda havia a esperança de que fosse formada uma única chapa. 
Mas a esperança morreu, e a pá de cal na convivência entre as duas legendas foi o PT anunciar que deixaria o governo em 28 de fevereiro e não em 31 de março, que é a data de saída de Cabral para Pezão assumir o governo. Irritado, o governador anunciou que iria exonerar todos os petistas na sexta-feira. Mais irritado, Quaquá decidiu entregar os cargos “imediatamente”, determinando que os petistas saiam por iniciativa própria e não fiquem no governo depois da saída de Minc e Zaqueu. 
De férias na Bahia, Minc disse, por torpedo: “Sempre acompanharemos as decisões do PT. Voltarei para a Alerj. Sem apego ao cargo.” Zaqueu, que também deve voltar para a Alerj, tem hoje reunião com Cabral. Na secretaria corre o boato de que ele vai pedir ao governador que só tire seu cargo e deixe os funcionários empregados, mesmo sendo da cota do PT.

O "XERIFE DAS VANS" DE EDUARDO PAES É INVESTIGADO PELO MINISTÉRIO PÚBLICO



O prefeito Eduardo Paes segue os passos do governador Sérgio Cabral, tido como seu orientador, até no tocante ao fato de ter seus assessores investigados, via de regra, por apresentarem um patrimônio incompatível com seus salários.
O próprio governador Sérgio Cabral, volta e meia, tem que explicar como comprou a sua casa de Mangaratiba.
Isso é péssimo, um estado (município) terem gestores investigados por enriquecimento ilícito. Isso depõe contra toda a classe política que acaba sendo alvo de uma generalização inevitável, levando à população ao entendimento que todo mundo é ladrão na política, o que não é verdade.
O investigado da hora é o "Xerife das Vans de Eduardo Paes"
O GLOBO 
MP investiga o ‘xerife das vans’ por evolução patrimonial suspeita 
Ele teria comprado imóveis com valor acima dos seus rendimentos 
SÉRGIO RAMALHO 
28/01/14 - 6h00 
RIO - O “xerife das vans”, como é conhecido o delegado Cláudio Ferraz, da Polícia Civil, está sendo investigado por suspeita de sonegação fiscal, evolução patrimonial incompatível com a renda e improbidade administrativa. Há nove meses à frente da Coordenadoria Especial de Transporte Alternativo da prefeitura do Rio, ele terá que explicar no Ministério Público Federal a compra, entre 2009 e 2012, de cinco propriedades, entre elas uma fazenda de 400 hectares em Minas Gerais, além de dois apartamentos e um terreno de 707 metros quadrados situado a duas quadras da Praia do Recreio dos Bandeirantes. Tudo pago em dinheiro e em valores muito abaixo dos cobrados no mercado.
Responsável pela investigação, o procurador da República Orlando Monteiro da Cunha enviou ofícios ao Ministério Público estadual e às corregedorias da Polícia Civil e Geral Unificada, solicitando a abertura de procedimentos para apurar paralelamente as suspeitas contra Ferraz. Um dos autores do livro “Elite da Tropa 2”, Cláudio Ferraz tem 20 anos de Polícia Civil e figura entre os delegados cotados para suceder a Martha Rocha na chefia da instituição. Ferraz ganhou notoriedade — e ameaças de morte — no período em que coordenou a Delegacia de Repressão a Ações Criminosas Organizadas (Draco) e foi responsável por investigações que levaram à prisão de centenas de milicianos (Leia mais). 

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

MORTE DE RECRUTA: INVESTIGAÇÃO DA POLÍCIA CIVIL CONCLUI QUE HOUVE TORTURA NO TREINAMENTO DA PM




O relatório do Inquérito Policial instaurado para apurar as circunstâncias que resultaram na morte de um aluno do Curso de Formação de Soldados da Polícia Militar foi concluído e o delegado responsável relatou que houve tortura.
A morte de um ser humano, por si só é uma tragédia, tanto para seus familiares, quanto para seus amigos. Uma dor que aumenta exponencialmente quando a morte não é natural, ou seja, uma morte fora da normalidade da vida.
No caso em questão, o fato de ter ocorrido no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças, onde todos os Soldados PM são formados, torna tudo mais grave.
Se o jovem PM é "torturado" em treinamentos, ele pode aprender que essa prática é algo natural, pois se ele, um funcionário público concursado é "torturado" dentro de um estabelecimento público, um quartel, vale tudo!
O ser humano é o resultado da interação entre a sua carga genética e o que ele aprende ao longo da vida.
Quem é torturado, passa a correr o risco de um dia se tornar um "torturador".
Reafirmo os  meus pêsames aos familiares e aos amigos do recruta Paulo Aparecido Santos de Lima e me incluo no rol daqueles que querem banir para sempre das polícias brasileiras as práticas que não estão focadas nos direitos humanos, exteriorizadas nas ruas e interna corporis.
Eis a notícia:
EXTRA: 
Casos de Polícia 
Delegado conclui que houve tortura em treino da PM que terminou com recruta morto: ‘Maldade gratuita e desnecessária’ 
Rafael Soares 
O relatório do inquérito da 33ª DP (Realengo) que investiga a morte do recruta Paulo Aparecido Santos de Lima após uma sessão de treinamento no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (Cfap) da Polícia Militar, em novembro do ano passado, aponta para a prática de tortura por parte dos quatro oficiais que instruíam a turma. Após o treino, 33 alunos tiveram queimaduras ou desidratação. No documento da Polícia Civil, que chegou sexta-feira ao Ministério Público, o delegado Carlos Augusto Nogueira relata que “os atos dos oficiais denotam uma maldade gratuita e desnecessária” (Leia mais). 

POLÍTICA NO RIO: PT ABANDONA SÉRGIO CABRAL (PMDB)



A impopularidade crescente do governador Sérgio Cabral (PMDB) tem provocado mudanças no cenário político do Rio de Janeiro, um efeito que tende a crescer. 
A rejeição popular transformou o nome Sérgio Cabral em algo para se descolar em termos políticos, pois a tendência é que tire votos. Basta ver a intenção de votos que o candidato do governo alcança nas pesquisas de intenção de votos, as quais tem apresentado o deputado federal Garotinho (PR) como líder. 
Como o próprio senador petista Lindbergh declarou na entrevista: partido queria deixar o governo Cabral há muito tempo e agora se sente “livre.
Cabral anunciou que deixa o governo antes do Carnaval, algo para se comemorar, inclusive no próprio Carnaval.
A saída de Cabral é o primeiro movimento para o fim de um grupo político que tem governado o Rio de Janeiro e que tantos males tem provocado à sofrida população.
Como ensina o dito popular: "já vai tarde!"
O GLOBO: 
PT do Rio decide se antecipar e já entrega cargos hoje 
Lindbergh diz que partido queria deixar o governo Cabral há muito tempo e agora se sente “livre” 
MAIÁ MENEZES 
27/01/14 - 8h00 
RIO — O PT vai se antecipar ao governador do Rio, Sérgio Cabral, e entregará hoje mesmo os cargos que mantém no governo estadual. Na madrugada de sábado, como antecipou o site do GLOBO, Cabral enviara ao presidente regional do PT, Washington Quaquá, um e-mail comunicando sobre a exoneração dos petistas, que seria feita na próxima sexta-feira. Hoje, Quaquá toma café da manhã com o governador, no Palácio (Leia mais) .

COPA 2014: PARREIRA CRITICA GOVERNO DILMA



Ninguém tem dúvida que a organização da Copa 2014 na verdade é a desorganização da Copa 2014.
As críticas, inclusive da FIFA, tem sido frequentes nesse período de construção de estádios, onde segundo o ex-jogador Ronaldo, o "fenômeno", a construção de estádios é mais importante do que a construção de estádios, pois uma Copa não se faz com hospitais.
Ronaldo integra a (des)organização da Copa.
Apesar dessas verdades, confesso que as críticas feitas pelo coordenador técnico da seleção brasileira, Carlos Alberto Parreira ao governo Dilma Rousseff, no tocante à referida desorganização me surpreendeu. Inclusive fiquei positivamente surpreso com Parreira, pela firmeza de sua postura, sobretudo considerando que integra a comissão técnica./> Parabéns, Parreira.
"O GLOBO: 
 Parreira critica organização da Copa do Mundo: 'Foi um descaso total' 
"Perdemos a oportunidade de dar conforto e mostrar um Brasil diferente", disse ele em entrevista à CBN 
RIO - Em entrevista ao programa CBN Esportes, o coordenador técnico da seleção brasileira, Carlos Alberto Parreira, fez duras críticas à organização do Brasil para a Copa do Mundo de 2014. Parreira disse que houve descaso total com o evento esportivo. Ele lembrou dos aeroportos que só serão licitados em março, às vésperas da Copa do Mundo. 
- A gente queria tudo para a Copa, mas para a Copa foi um descaso total. Vejo que os aeroportos vão ser licitados a partir de março, três meses antes. É uma brincadeira, fomos indicados há sete anos e só agora vão licitar os aeroportos? - disse Parreira (Leia mais)". 

domingo, 26 de janeiro de 2014

CORPO DE BOMBEIROS EXIGE CUMPRIMENTO DE NORMAS E BEIRA-RIO NÃO É INAUGURADO



Uma atividade muito importante dos Bombeiros Militares e que não é vista pela população é a fiscalização da construção de edificações para que atendam a todas as normas de segurança.
No exercício desse serviço os Bombeiros podem inclusive paralisar obras, determinando o cumprimento de adequações para garantir a segurança da população que irá usar essas edificações.
No Rio Grande do Sul, o Corpo de Bombeiros fez exigências e o Estádio Beira-Rio e adiou a estréia do Estádio Beira-Rio.
Leiam a notícia:
"Yahoo Esporte Interativo 24 de janeiro de 2014.
Corpo de Bombeiros faz exigências, e estreia do Beira-Rio é adiada
A reinauguração do estádio seria na próxima quarta-feira, dia 29; primeiro evento-teste deve ocorrer no domingo, 2 de fevereiro O estádio deve ser totalmente finalizado até o dia 28 de fevereiro. 
Natalia Mauro/Internacional. 
Obras de modernização do Beira-Rio
Obras nos estádios da Copa avançam! 
O estádio deve ser totalmente finalizado até o dia 28 de fevereiro. 
O planejamento do Internacional terá que ser readequado, já que o clube se viu obrigado a adiar o primeiro-evento teste do novo Beira-Rio, por conta de uma exigência do Corpo de Bombeiros. A reinauguração do estádio seria na próxima quarta-feira, dia 29, em jogo válido pela quarta rodada do Campeonato Gaúcho, contra o São Paulo de Rio Grande. Porém, com a mudança, a partida será realizada no Estádio do Vale, em Novo Hamburgo.
Em nota oficial, o Colorado explicou que a interdição de uma passarela por parte da Delegacia Regional do Trabalho impossibilitou a finalização da instalação e teste dos refletores, o que foi decisivo para o adiamento.
No dia 15, ocorreu uma primeira vistoria em que o Corpo de Bombeiros já admitia que seria difícil de adequar o estádio a tempo da estreia. O Inter chegou a enviar os laudos com algumas adequações, mas a vistoria final no Beira-Rio ainda não aconteceu. A partida serviria para avaliar o desempenho do estádio, ainda em reformas, de olho na Copa do Mundo, quando o estádio será um dos 12 palcos da Copa do Mundo no Brasil e receberá cinco jogos. Com o adiamento, o Inter terá uma semana para realizar todos os possíveis reparos necessários para receber o Corpo de Bombeiros e obter a liberação do estádio para o jogo de domingo, dia 2 de fevereiro, contra o Cruzeiro de Porto Alegre, pelo Gauchão. Nessas partidas de evento-teste, serão 10 mil sócios que ficarão espalhados pelo anel inferior, ou Nível 1,em uma espécie de rodízio entre os associados para cada partida".

RIO: BOMBEIROS MILITARES ENSINAM TÉCNICAS DE PREVENÇÃO E SALVAMENTO NO MAR



Prevenir é melhor que remediar, ensina o sábio ditado popular.
O verão promove a superlotação das praias em todo Brasil e aumenta sobremaneira o número de salvamentos que os Bombeiros (Guarda-Vidas) precisam realizar.
Diante dessa realidade, os Bombeiros Militares do Rio de Janeiro avançam na direção de prestar um serviço público de melhor qualidade quando ensinam técnicas de prevenção e salvamento no mar.
Parabéns aos Guarda-Vidas!
Eis a notícia: 
"CORREIO DO ESTADO 
24 de janeiro de 2014. 
Bombeiros ensinam técnicas de prevenção e salvamento no mar 
AGÊNCIA BRASIL 25/01/2014 17h30 
O mar calmo e o forte calor que tem feito neste verão no Rio de Janeiro, não é sinal de que o Corpo de Bombeiros não terá trabalho nesta época do ano. Os banhistas por não terem conhecimento do mar acabam caindo numa vala ou correnteza, e são arrastados para fora da arrebentação. De acordo com o capitão Felipe Pimenta, do Grupamento Marítimo de Salvamento da Barra da Tijuca, o banhista ao chegar a praia deve observar as condições do mar e, principalmente a direção das correntes marinhas, o tamanho das ondas e a localização dos bancos de areia.
Os guarda-vidas da Barra da Tijuca são os que fazem o maior número de salvamentos anualmente. Somente no ano passado, foram 5.246 socorros, contra 2.626 de Copacabana, que tem a segunda incidência de salvamentos. Segundo o capitão Pimenta, a área da Barra da Tijuca é muito mais extensa, e compreende ainda os destacamentos do Recreio dos Bandeirantes, Praia da Reserva, Grumari, Macumba, Prainha e Guaratiba "As praias da Barra da Tijuca e do Recreio dos Bandeirantes têm correntes muito mais fortes e em maior quantidade, o que leva o banhista a se afogar com mais facilidade", explicou.
De acordo com o comandante de área das Atividades de Salvamentos Marítimos do Corpo de Bombeiros do Rio, coronel Marcos Almeida este aumento considerável de socorros prestados durante o verão na Barra da Tijuca ocorre porque existe um fator sazonal na frequência do bairro. "A praia de Copacabana recebe turistas o ano todo, enquanto a praia da Barra da Tijuca recebe grande número de banhistas em sua orla somente durante o verão", avaliou.
Os dois militares do Corpo de Bombeiros fizeram hoje (25) palestras sobre a importância da observação das condições do mar para prevenir afogamentos. A iniciativa, efetuada em parceria com a escola Yoga Surf School reuniu alunos, instrutores de surfe e frequentadores da praia. O menino Paulo Fernandes Rattes, 9 anos, aluno da escola de surfe aprovou a aula. "O bombeiro nos contou que a água pode parecer calma, mas às vezes pode ser mortal e pode trazer muitas coisas, como o afogamento, e temos que ficar atentos as correntes", disse".

POLÍCIA MILITAR DO DISTRITO FEDERAL USA WHATSAPP PARA MELHORAR O SERVIÇO



Uma notícia muito interessante e que demonstra como o uso das redes sociais pode contribuir para a melhoria da prestação de serviço público para a população brasileira. O exemplo vem da Polícia Militar do Distrito Federal.
Leiam a matéria: 
TECMUNDO
Polícia Militar do DF usa WhatsApp para ajudar na investigação de crimes
Aplicativo é utilizado para agilizar comunicação entre policiais que usam redes de rádios distintas 
Por Fernando Daquino em 25 de Janeiro de 2014
O WhatsApp assumiu a liderança do mercado de serviços de comunicação móveis no Brasil pelo fato de promover trocas de mensagens de forma extremamente ágil. E tal característica tem feito a diferença inclusive em investigações policiais. Recentemente, segundo o site UOL, o comunicador ajudou a solucionar dois casos.
A Polícia Militar do Distrito Federal conseguiu prender um assaltante. Três bandidos assaltaram uma loja em Ceilândia. Na fuga, um dos meliantes acabou deixando o seu documento de identidade para trás.
O RG do criminoso foi fotografado por um dos policiais que atendeu à ocorrência, o qual compartilhou a imagem com seus colegas por meio de um grupo privado no serviço de comunicação. Pouco tempo depois, o suspeito foi reconhecido e detido por um dos participantes do chat.
A PM do DF também usou o WhatsApp como ferramenta de auxílio na propagação de informações em um caso de roubo de carro registrado em Taguatinga. Menos de três horas após o crime, o veículo já havia sido encontrado na cidade de Águas Claras graças a troca de mensagens pelo aplicativo.
Segundo o UOL, a utilização do serviço tem colaborado para superar um problema de comunicação interno na corporação policial da região. O sistema de rádio da Polícia Militar no Distrito Federal é segmentado em duas áreas: a de Ceilândia e a de Taguatinga. Assim, autoridades de um setor não recebem de imediato os comunicados enviados pela outra região.
"Com o WhatsApp, a informação chega na hora e ainda pode ficar armazenada", comentou o cabo André Luiz dos Santos. "O que antes era uma ferramenta de cunho pessoal, graças à facilidade para disseminar informações, serviu para melhoria do nosso serviço", complementou o soldado Rodrigo Gaspar.
Fonte: UOL Notícias

BOMBEIROS E POLICIAIS MILITARES RECLAMAM DE ATENDIMENTO RUIM NA SAÚDE



No Rio de Janeiro, o Corpo de Bombeiros Militar e a Polícia Militar possuem redes próprias de saúde, compostas por hospitais e policlínicas. Em tese, isso seria uma vantagem e um tipo de salário indireto, mas para que tal quadro se concretizasse era fundamental que esses sistemas de saúde funcionassem adequadamente, o que não acontece.
Tenho amigos na Polícia Militar que reclamam do atendimento na rede da PMERJ, sobretudo os Praças.
Atualmente, tenho recebido reclamações sobre o atendimento no hospital central e nas policlínicas do Corpo de Bombeiros, sendo que mais uma vez os que mais reclamam do atendimento são os Praças.
Na Polícia Militar, o agravamento do mau atendimento pode ser o reflexo do agigantamento da corporação que o governo Sérgio Cabral tem promovido, sem que aumentasse a oferta de hospitais e policlínicas na proporção direta.
Urge que o governo e os Comandos Gerais se esforcem para reverter esse quadro de sofrimento para os Bombeiros e Policiais Militares.
O meu gabinete está aberto e estará sempre aberto para ouvir os Bombeiros e os Policiais Militares, assim como, o funcionalismo público em geral e a população como um todo.
Um dia o Rio de Janeiro poderá ser uma verdadeira Cidade Maravilhosa, trabalho com esse objetivo.

sábado, 25 de janeiro de 2014

OLGA E NÓS, A LUTA POR UMA MORTE DIGNA



Ao longo de minha luta no Rio de Janeiro em defesa dos Bombeiros e Policiais Militares para que conquistassem adequadas condições de trabalho e salários dignos, eu aumentei muito os meus amigos no Corpo de Bombeiros Militar, minha amada corporação e conquistei novos amigos na Polícia Militar, corporação que sofre tanto quanto a nossa.
Um dos amigos que conquistei na Polícia Militar vem enfrentando uma fase difícil, pois além de problemas de saúde envolvendo seus familiares, a cadelinha Olga, uma SRD, vem enfrentado a pior das doenças, a qual atingiu exatamente a sua boca, dificultando sobremaneira a indispensável alimentação e ingestão de líquidos.
Meu amigo contou que Olga está com eles há mais de quinze anos, viu seu filho se transformar de um menino em um homem, sendo companheira inseparável da família em todos os momentos e em especial, uma parceira de seu filho único.
O tempo passou, ela envelheceu e embora continue alegre e carinhosa, sofre com as dificuldades impostas pela doença.
Nos últimos dias o sofrimento tem aumentado, primeiro em face da cirurgia para realizar a biópsia, que teve o resultado pior possível e recentemente em razão das sessões de radioterapia, para a diminuição do tumor.
Eles lutam uma luta perdida, todos sabem disso, mas querem garantir a velha companheira, a melhor qualidade de vida nesses  últimos meses que estará entre eles.
Percebo a dor e lembro das pessoas covardes, desumanas que maltratam os animais.
Com maltratar um animal doméstico que só quer um afago, um pouco de comida e água, devolvendo em troca um amor abundante e incondicional?
Pior, existem seres "humanos" que maltratam os animais.
Eu me assusto, mas lembro que existem seres "humanos" que maltratam seres humanos, alguns tão indefesos como nossos animais domésticos.
Monstros que maltratam pessoas de idade avançada que estão jogadas em abrigos e casas de saúde espalhadas por aí, sem a devida fiscalização por parte dos governantes, abandonadas pela família ou que nem mais família possuem.
Monstros que no exercício de funções públicas maltratam seres humanos os deixando sofrer em filas de hospitais públicos, jogados em macas colocadas em corredores e morrendo sem um mínimo de dignidade por falta do tratamento médico adequado.
A luta de Olga está perdida, mas ela morrerá com dignidade, tendo ao seu lado até o último momento seus donos, porque não dizer seus familiares, dando carinho e o conforto que for possível.
Pensei em ilustrar esse artigo com uma foto de Olga, mas a deformidade chocaria e não traria nenhum benefício.
Hoje eu não luto só pelos Bombeiros e Policiais Militares, luto por todas as categorias do serviço público, luto pela sofrida população do Rio de Janeiro e luto todas as lutas que considero justas e uma das que encampei foi a luta em defesa dos animais.
Meu gabinete está aberto para receber a todos e a todas.
Tenho a esperança que um dia, assim como a cadelinha Olga, os seres humanos possam ser tratados com humanidade pelos governantes, recebendo a saúde pública que merecem e que precisam.
A luta da família do meu amigo para ajudar Olga me fez lembrar do famoso "Marley e Eu" e resolvi ilustrar o artigo com uma foto de Marley, celebrando não a morte, mas a vida..
Isso inspirou também o título:
"Olga e nós, a luta por uma morte digna".
Força meu amigo. 
Força Olga.

RIO: GUARDAS MUNICIPAIS ENTRAM EM ESTADO DE GREVE

Ontem, dia 24 de janeiro de 2014, em Assembleia, os guardas municipais do rio de janeiro decidiram entrar em Estado de Greve. A decisão, tomada por centenas de guardas, aconteceu na quadra da Império Serrano, na Zona Norte.

Enquanto a reunião acontecia, a tropa foi informada que uma guarnição da guarda tinha entrado em confronto com ambulantes, e que uma viatura foi tombada e depredada. O que acirrou ainda mais os ânimos dos servidores.

A proposta de GREVE foi aprovada pela esmagadora maioria que inicia agora a peregrinação para documentar e legalizar a mobilização.

Estive e continuarei acompanhando a mobilização e desejo aos servidores os mais sinceros votos de fé e esperança.








Confronto entre guardas municipais e ambulantes no centro do Rio termina com viatura virada

Um guarda municipal ficou ferido e foi levado para o hospital Souza Aguiar
    Do R7
Uma viatura da Guarda Municipal foi virada perto da UruguaianaReprodução Rede Record
Guardas municipais e vendedores ambulantes entraram em confronto nos arredores do mercadão popular da Uruguaiana, no centro do Rio, no fim da tarde desta sexta-feira (24). Na confusão, uma viatura da Guarda Municipal foi virada.
Segundo testemunhas, o confronto começou quando os agentes da prefeitura abordaram camelôs que trabalhavam, supostamente, de maneira ilegal. Os vendedores teriam partido para cima dos guardas, que estavam em menor número.
Pelo menos um agente teria sido levado ferido para o Hospital Municipal Souza Aguiar, próximo dali. A tropa de choque da Guarda Municipal e policiais militares foram acionados. Uma faixa da avenida Presidente Vargas chegou a ser interditada.
Até as 21h15, a Guarda Municipal ainda não havia se pronunciado.
FONTE: http://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/confronto-entre-guardas-municipais-e-ambulantes-no-centro-do-rio-termina-com-viatura-virada-24012014

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

BOMBEIROS E POLICIAIS MILITARES ESTÃO INSATISFEITOS NO RIO DE JANEIRO



As reclamações são cada vez maiores.
Basta conversar com um Bombeiro Militar ou um Policial Militar para conhecer as precárias condições de trabalho a que estão submetidos e as outras mazelas que são obrigados a suportar em razão do governador Sérgio Cabral não conseguir entender que é imprescindível investir no funcionário, para que a população possa ter serviços públicos de boa qualidade.
Além das condições de trabalho citadas, os baixos salários continuam sendo a principal reclamação dos Bombeiros e Policiais Militares, chega a impressionar como o governo pode remunerar tão mal aqueles que arriscam a própria vida em defesa da população.
Se isso não bastasse as escalas de serviço são apertadas, os serviços extras se multiplicam e não raro, o pagamento deses serviços extras remunerados atrasa.
Sérgio Cabral anunciou que deixará o governo no final de fevereiro, acho que teremos festas em muitos quartéis da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, isso para marcar o fim de um dos piores governadores que já ocupou o Palácio Guanabara.
Adeus, Cabral, até nunca mais.

RIO: A INSEGURANÇA CHEGA À ZONA SUL



A Copa do Mundo se aproxima rapidamente e com ela chegam a imprensa de todo mundo, além dos turistas nacionais e internacionais.
Não é segredo para ninguém que o governo Sérgio Cabral tentou montar um cinturão de segurança na Zona Sul e na Grande Tijuca sobretudo em razão da realização da Copa do Mundo. Ele e o secretário Beltrame saíram ocupando comunidades carentes existentes nessas  regiões com as famosas Unidades de Polícia Pacificadora, as UPPs e para isso transformam a formação dos Soldados da Polícia Militar em uma verdadeira linha de montagem e sem controle de qualidade.
As comunidades foram ocupadas, hoje, temos nas UPPs um efetivo ao equivalente ao efetivo de vinte Batalhões de Polícia Militar, uma verdadeira loucura.
O resultado era esperado: falta policiamento ostensivo, faltam Policiais Militares nas ruas do estado do Rio de Janeiro.
As ruas estão ficando cada dia mais inseguras, o noticiário diário confirma essa verdade.
O problema tem se agravado tanto que até na Zona Sul, região que fazia parte do corredor de segurança para os turistas que chegaram para a Copa, a situação está dramática.
"O GLOBO
Disparada da violência em bairros da Zona Sul leva moradores a pedirem reforço no policiamento.
Roubos aumentaram 209% no Flamengo e arredores, segundo dados do ISP de setembro .
Batalhão da área tem 350 policiais militares, o que representa um PM para cada 628 moradores (Leiam mais).
Não custa lembrar que o efetivo do batalhão da área citado na reportagem é a metade do efetivo empregado na UPP da Rocinha.
Obviamente, a segurança pública no Rio de Janeiro afronta a boa técnica de gestão de pessoal.

FALTA ÁGUA, FALTA LUZ, FALTA EDUCAÇÃO, FALTA SAÚDE, MAS NÃO FALTA ESTÁDIO PADRÃO FIFA.



Manifestantes incendeiam ônibus durante ato em Campo Grande, Rio (G1)

Um ônibus chegou a ser incendiado durante o protesto contra a falta de energia elétrica em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio, na madrugada desta quinta-feira (23). O ônibus foi atravessado na pista e incendiado na Estrada da Posse. Testemunhas disseram que o veículo estava indo pra garagem e não levava passageiros.

Os moradores dizem que o motivo do protesto foi um apagão que durava mais de dez horas. O protesto começou no início da noite, quando um grupo fechou a via,provocando engarrafamentos e transtornos.

Manifestantes atearam fogo em pneus e bloquearam a pista nos dois sentidos. O Batalhão de Choque teve de ser acionado. Segundo a polícia, a manifestação começou pacífica, mas, por volta das 19h, algumas pessoas o grupo montou uma barricada. O protesto seguiu noite à dentro por quase toda a extensão da estrada, que ficou completamente às escuras.
saiba mais

Barricadas montadas a cada 500 metros tornavam extremamente difícil a passagem dos carros. Um grupo tentou botar fogo em mais uma barreira, mas a polícia chegou. Pela internet, motoristas assustados disseram que ouviram tiros durante o protesto. Patrulhas do Choque e do Batalhão de Campo Grande cruzavam a avenida a todo instante. Sem luz em casa, muita gente preferiu passar a noite na rua.

Segundo moradores, apagões são frequentes na região, mas neste verão a situação teria piorado. “Tem mais de seis meses assim. Há seis meses falta luz sábado, domingo, todo dia”, lamentou um morador.

Light confirmou que havia falha no fornecimento de energia elétrica na região, mas não disse há quanto tempo os moradores estão sendo prejudicados. A companhia disse ainda que equipes estavam trabalhando para reparar todo o sistema no menor prazo possível.

Na Zona Sul, o protesto foi por causa da falta d´agua. Moradores do Morro Azul, no Flamengo, se reuniram na saída do Metro da estação Marquês de Abrantes para reclamar de seguidos problemas no abastecimento.

FONTE: http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2014/01/manifestantes-incendeiam-onibus-durante-ato-em-campo-grande-rio.html

COMENTÁRIO:
Na escuridão, em mais uma noite de desespero, a sofrida população da Zona Oeste cansou de ser desrespeitada e invadiu a ruas do bairro para protestar. O legítimo protesto se estendeu pela madrugada e parece que finalmente chamou a atenção das "autoridades" públicas. 

Acho bom que os acontecimentos de ontem tenham sido suficientes para que as intervenções necessárias para uma boa prestação de serviços aconteça. A demora do poder publico em tomar as providências certamente levará a uma radicalização da mobilização, que de ônibus passarão a queimar outras coisas. 

Talvez seja isso que os covardes estejam esperando, porque assim poderiam acionar o CHOQUE e o BOPE para conter os protestos. 

Hoje estarei por lá para acompanhar os protestos.