terça-feira, 10 de dezembro de 2013

UPPs: O ESTADO POLICIAL ONDE FALTA INFRAESTRUTURA



O governo Sérgio Cabral tem ocupado comunidades carentes com a Polícia Militar, implantando as Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) e, ultimamente, com as Companhias Destacadas, mas não tem reduzido os graves problemas relacionados com a falta de infraestrutura, como denunciam moradores.
A imprensa tem noticiado que obras como teleféricos, caríssimas, não representam o principal problema das comunidades, reclamam os moradores, que enfrentam esgoto à céu aberto.
Na verdade o governo Cabral acaba só implantando um "estado policial", onde a Polícia Militar regula a vida da comunidade, nada além disso.
Conheçam a situação dos moradores da comunidade Dona Marta, onde foi implantada a primeira UPP, isso há cinco anos.

"JORNAL EXTRA
Apesar de UPPs, favelas ainda sofrem com falta de infraestrutura
Carla Rocha,Selma Schmidt e Sérgio Ramalho
O Globo
RIO — Se por um lado a UPP abriu caminho para que o Morro Dona Marta, em Botafogo, se consolide como ponto turístico, também deixou à mostra as carências típicas das favelas. Algumas delas, contudo, só podem ser vistas à noite, com auxílio de lanternas. É assim, iluminando o próprio caminho, que Antônia de Oliveira, de 52 anos, chega em casa, ironicamente, na Rua da Luz. Apesar de os R$ 7 da taxa pelo serviço constar mensalmente da conta de luz, o breu toma conta de becos e vielas, obrigando moradores a andarem com lanternas para escapar da escuridão.
 — A gente anda igual a vagalume (imagem), iluminando o caminho para não cair — lamenta outra moradora, Regina da Silva.
A Rioluz se defende. Diz que atua em todas as favelas pacificadas. No Dona Marta, garante que implantou 500 pontos de luz e fez a manutenção de outros 437. E transfere a responsabilidade àqueles que fazem “gatos”, alegando que, sempre que a carga ultrapassa o estipulado como padrão, a energia é desligada, só sendo restabelecida pela Light após o furto ser coibido.
Esgoto a céu aberto é mais um problema que extrapola a pacificação. Que o diga o presidente da Associação de Moradores do Dona Marta, Jose Mario Hilário dos Santos:
 — Temos 80% das casas ligadas à rede de esgoto oficial e cinco valas negras (Leia mais).

Nenhum comentário:

Postar um comentário