quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

O NATAL DO TIROTEIO E O SALÁRIO DE MISÉRIA DOS GUARDAS MUNICIPAIS



As balas perdidas estão de volta com uma frequência assustadora, o que conduz a construção do medo no seio da população. Basta ouvir um som semelhante a um disparo de arma de fogo, para que todos entrem em pânico nas proximidades.
Nada menos do que sete pessoas foram feridas por balas perdidas nos últimos três dias, isso no Rio de Janeiro e em Niterói.
Infelizmente, ocorreu uma vítima fatal, uma menina de apenas onze anos foi morta por uma bala perdida, isso no bairro de Colégio, situado no município do Rio de Janeiro.
Novamente, as UPPs, o retrato da "pacificação" prometida pelo governador, aparecem nas estatísticas: dois casos ocorreram em comunidades onde foram instaladas UPPs.
Diante dessa tragédia que se transformou a insegurança pública no estado do Rio de Janeiro, fica a pergunta:
- Por que o governador não troca o secretário de segurança?
Ele está no cargo há sete anos, agigantou o efetivo da Polícia Militar com milhares de novos PMs para instalar as UPPs, mas o estado do Rio de Janeiro continua sendo um lugar muito perigoso para se viver, melhor, para conseguir sobreviver.
Inclusive é bom lembrar que a comunidade da Rocinha, a qual conta com uma UPP com 700 PMs no efetivo, número bem maior que o da maioria dos Batalhões de Polícia Militar, continua violentíssima com a ocorrência de tiroteios frequentes entre PMs e traficantes e entre traficantes. Ontem, ocorreu mais um confronto e uma viatura da Polícia Militar foi apedrejada.
O denominado "policiamento de proximidade" de Beltrame, efetivamente não está funcionando.
Até quando iremos insistir errando?
Enquanto isso, o prefeito Eduardo Paes paga R$ 750,00 de gratificação a cada PM (funcionário estadual) que trabalha nas UPPs e paga muito mal aos Guardas Municipais (funcionários municipais).
"Hoje o salário do Guarda Municipal da cidade do rio de janeiro é um dos mais baixos pago a categoria a nível Nacional (União dos Subinspetores da GMRio)".
Luto e lutarei sempre pela valorização dos Guardas Municipais, heróis que desarmados convivem com a violência de uma cidade insegura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário