sábado, 21 de dezembro de 2013

EU VOTEI CONTRA A RIO SAÚDE. EDUARDO PAES DESISTE DA LICITAÇÃO.



O governador Sérgio Cabral e o prefeito Eduardo Paes, ambos do PMDB, têm como característica comum não investir nos servidores públicos, o funcionalismo. Via de regra, preferem "alienígenas" para gerir os serviços públicos, importando gestores para dirigir os destinos de áreas afetas ao serviço público. Não preciso explicar os motivos que fazem do servidor público de carreira, o melhor qualificado para gerir o serviço que conhece muito bem em face da experiência adquirida ao londo dos muitos anos de carreira. 
Paes criou a Rio Saúde.
Eu votei contra a criação da Rio Saúde.
Ele pretendia fazer uma licitação no valor de R$ 8.500.000,00 para entre outras tarefas, ouvir os usuários para saber o que eles querem. Como se todos nós não soubéssemos que a saúde pública é uma lástima no Rio de Janeiro, portanto, precisa de tudo.
De acordo com o jornal O Dia, o prefeito desistiu momentaneamente de fazer a licitação, mais uma vez aconselhado pelo Tribunal de Contas do Município (TCM), órgão que tem conseguido deter alguns impulsos de Eduardo Paes.
Não desistirei de lutar pela valorização do servidor público, contem comigo.
"JORNAL O DIA
Prefeitura volta atrás e suspende consultoria na saúde
Eduardo Paes desiste de fazer licitação para contratar, por R$ 8,5 milhões, empresa que ajudaria a criar mais um órgão público, o Rio Saúde
Christina Nascimento
Rio - A prefeitura informou nesta sexta-feira que decidiu suspender a licitação de R$ 8,5 milhões para contratar consultoria técnica que criaria a empresa pública Rio Saúde. Os valores gastos na montagem da estrutura e contratação de funcionário para o novo órgão é uma ‘caixa-preta’, já que não foram revelados pelo município. Nem mesmo o projeto de lei do Executivo, aprovado pela Câmara de Vereadores e que deu origem à empresa, detalha esses números.
A suspensão momentânea atende a uma recomendação do Tribunal de Contas do Município (TCM), que questionou o modelo de pregão para fazer a licitação. A concorrência deveria ter ocorrido na quinta-feira. De acordo com a Secretaria da Casa Civil, ainda não há nova data marcada. O valor da licitação, divulgado nesta sexta-feira pelo DIA , será usado para contratar serviços de consultoria técnica para a Secretaria Municipal de Saúde, além de 13 profissionais de diferentes formações e experiências profissionais para ajudar na elaboração do escopo da empresa pública (Leia mais)".
Charge: Latuff

Nenhum comentário:

Postar um comentário