segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

ELEITOR, NÃO ESQUEÇA DOS MORTOS NA HORA DE VOTAR

Os governos falham, os Bombeiros salvam

O brasileiro tem memória curta, ensina o dito popular. 
Se isso for verdade, todos e todas devemos nos esforçar para reverter essa situação, fazendo de tudo para não esquecer pelo menos os fatos mais importantes da nossa vida em sociedade. 
E, por falar nisso, você se lembra da tragédia que ocorreu na Região Serrana do Rio de Janeiro, isso em 2011, quando centenas de pessoas morreram? 
O site g1 destacou na época: 
Número de mortos em 4 cidades do RJ chega a 506, segundo prefeituras
Na tragédia de Caraguatatuba, em 1967, foram registradas 436 mortes”. 
Faça um esforço, você recorda da tragédia do Morro do Bumba , situado em Niterói, ocorrida no dia 7 de abril de 2010, que causou a morte de dezenas de pessoas?
A Revista Veja noticiou sobre a tragédia das chuvas de abril no Rio de Janeiro: 
Mais de 250 mortos A chuva que inundou o Rio no dia 5 de abril de 2010 durou mais de 36 horas e provocou centenas de deslizamentos. O número de mortos foi superior a 250 e 10 800 pessoas perderam suas casas”. 
Indo um pouco mais para o passado recente, você se lembra da tragédia de Angra dos Reis, na passagem de ano 2009/2010?
O jornal O Estado de São Paulo publicou no primeiro dia de 2010: 
Deslizamentos em Angra dos Reis matam ao menos 30 pessoas.” 
Em artigo anterior, perguntamos até quando, Sérgio Cabral? 
Cobrando do governador que apresente soluções para os problemas, tendo em vista que completará nos próximos dias sete anos de governo. 
Quantos anos a população do Rio de Janeiro terá que esperar para que seus problemas sejam solucionados? 
Será que teremos que esperar décadas ou séculos? 
Penso que não, temos que começar a solucionar os problemas do Rio de Janeiro nas urnas, caso contrário continuaremos a viver essa triste realidade: 
- Jornal do Brasil
6 de dezembro de 2013. 
Chuva forte deixa três mortos e dois feridos no Rio 
Agência Brasil 
Rio de Janeiro – Pelo menos três pessoas morreram e duas ficaram feridas por causa da forte chuva que atingiu o estado na noite de ontem (5). Segundo a Defesa Civil, um deslizamento de terra e pedra matou uma mulher em Comendador Soares, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Em Barra de Guaratiba, na zona oeste da capital fluminense, uma árvore caiu em cima de um carro, causando a morte de uma pessoa e deixando outra ferida. Em Cabo Frio, na Região dos Lagos, um homem morreu ao ser atingido por um raio (leia mais). 

- Site G1 
9 de dezembro de 2013.
Prejuízos com a chuva atingem 20 mil pessoas em Queimados, no RJ 
Temporal foi o mais forte dos últimos 50 anos na cidade. 
Prefeitura criou centro de doações e já cadastrou 2,7 mil pessoas. O município de Queimados, na Região Metropolitana do Rio, está em situação de emergência por causa da chuva da última quinta-feira (5), que atingiu mais de 20 mil pessoas no município. Segundo a Prefeitura, de cada dez habitantes, pelo menos um foi atingido pela pelo temporal, que foi o mais forte nos últimos 50 anos na cidade. 
Um centro de apoio e doações foi criado pela Prefeitura e, até a manhã desta segunda-feira (9), cerca de 2,7 mil pessoas já tinham sido cadastradas para receber donativos. Agentes da Secretaria Estadual de Assistência Social visitaram 21 bairros para checar a destruição causada pela chuva e retirar as pessoas de áreas de risco. Ao todo, 441 pessoas ficaram desalojadas e 72 desabrigadas (Leia mais). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário