quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

5.000 DESALOJADOS NA BAIXADA, 5.000 VÍTIMAS DO DESCASO



A população da Baixada Fluminense foi a mais afetada, a principal vítima do descaso governamental.
Não posso deixar de registrar que a população não aceita mais que a culpa seja atribuída às chuvas, isso tem ficado cada vez mais claro nos protestos que são realizados após cada inundação que acontece no estado do Rio de Janeiro. Culpar a chuva é fugir da responsabilidade. Uma estratégia para tirar o foco do problema, tendo em vista que ninguém consegue controlar o fenômeno natural, que termina sempre no banco dos réus, empurrado pelos maus governantes.Ninguém foi eleito para dar desculpas, todos foram eleitos para implementarem soluções.
JORNAL O DIA 
12/12/2013 
Com cinco mil desalojados, Baixada é a mais afetada 
Rios transbordam, casas alagam, ruas enchem: todos os municípios sofrem com a chuva 
Rio - A Baixada Fluminense foi bastante castigada pelo temporal durante a madrugada e a manhã desta quarta-feira. Nova Iguaçu, a cidade mais atingida em toda a Região Metropolitana, decretou estado de calamidade pública. Segundo o prefeito Nelson Bornier, cerca de 2 mil moradores foram obrigados a deixar suas casas. “Há 20 anos não chovia tanto em Nova Iguaçu”, disse Bornier. Em toda a Baixada, cerca de 5 mil pessoas foram desalojadas. 
Queimados, Japeri, Duque de Caxias, São João de Meriti e Belford Roxo também foram bem afetados pela chuva. Um homem foi levado pela correnteza de um rio em Belford Roxo e não resistiu. Seu corpo foi encontrado pelos bombeiros. Ele foi identificado como Neilson Viana Monteiro, de 18 anos (Leiam).
Charge: Cícero.

Nenhum comentário:

Postar um comentário