quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Visitas continuam proibidas


Mesmo que todos já saibam vou aceitar o aconselhamento de um amigo bombeiro e tornar mais visível um dilema que estou enfrentando.

Desde minha posse no mandato parlamentar de vereador da cidade do rio de janeiro tenho dedicado um dia da semana para visitar os quartéis de bombeiro, afinal, por mais que ajudemos outras categorias e a população de uma forma em geral, os bombeiros são a maioria dos nossos eleitores. 

Sou bombeiro a 17 anos e não existe nada mais natural do que desejar estar próximo dos bombeiros e do local onde eles passam a maior parte de suas vidas, ou seja, os quartéis.

Contudo, depois de meses de visitas, de visitar centenas de unidades, fui surpreendido por uma proibição de acesso ao interior dos quartéis.

Tentei por algumas semanas entender a motivação para essa restrição, mas não tive sucesso em sensibilizar o Comando da Corporação sobre a necessidade de permitir que os eleitores bombeiros tenham acesso ao seu representante parlamentar eleito democraticamente.

Eu imaginava que por ser militar da reserva teria direito a acessar os quartéis e ter contato com os Bombeiros, mas estava errado.

Esta semana resolvi usar a prerrogativa de representante do legislativo municipal para visitar o Quartel do Comando Geral, mas fui proibido de acessar o quartel da mesma forma.

Recorri a Corregedoria Geral Unificada e vou levar a questão onde for preciso, mas podem ter certeza que não vou desistir. 

Não participei de centenas manifestações, prisões e conselho de justificação, para desistir agora.


2 comentários:

  1. kkkk... dá pena desses palhaços

    ResponderExcluir
  2. esses palhaços do serviço reservado são fantoches comandados pelos coronéis

    ResponderExcluir