sábado, 2 de novembro de 2013

Declarações de Leila do Flamengo sobre mendigos irritam vereadores



As declarações feitas no plenário do Palácio Pedro Ernesto pela vereadora Leila do Flamengo (PMDB), de que é hipocrisia “querer dizer que mendigo tem o mesmo direito que os cidadãos” gerou reações indignadas de colegas parlamentares. Teresa Bergher (PSDB) afirmou nesta sexta-feira que exigirá uma retratação de Leila na sessão da próxima terça-feira. Eliomar Coelho, do PSOL, chamou a peemedebista de “despreparada e atrasada”.

Num discurso inflamado no plenário da casa legislativa, na última quarta-feira, Leila cobrou da prefeitura uma rápida solução para o “problema dos moradores de rua” na Zona Sul da cidade. Defendeu que a Fazenda Modelo — abrigo para animais em Guaratiba — passe a receber mendigos e afirmou que a presença dos sem-teto tira a tranquilidade da região que mais paga IPTU da cidade.

— Hoje a população está sendo multada se jogar lixo no chão. Agora, o mendigo pode morar nas ruas, pode fazer suas necessidades, pode sair carregando tralhas. Eu defendo as famílias e os moradores; não defendo desocupados. Não estamos falando aqui em discursos hipócritas, de querer dizer que o mendigo tem o mesmo direito que os cidadãos — declarou a parlamentar.

Na avaliação de Teresa Bergher, as declarações de Leila refletem um preconceito extremo. Eliomar ironizou a postura da colega e disse que “não se pode dar muita importância ao que ela diz”. Leila rebateu:

— Sou de origem nordestina. Minha luta sempre foi e será pela reinserção social. Apenas reproduzi o que tenho ouvido de moradores, diariamente, nas ruas.

Fonte: O Globo

Em pleno século XXI, temos que ouvir um discurso preconceituoso e desumano de uma representante da sociedade no legislativo municipal. Repúdio veemente qualquer ato de discriminação, violência ou atitudes ofensivas aos direitos humanos, contra a natureza e os animais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário