domingo, 20 de outubro de 2013

Com quase duas horas de atraso, Perimetral é fechada para testes.

“Pior do que está não pode ficar”, diz Paes sobre fechamento da Perimetral


Pouco antes da abertura da via Binária para testes, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, comentou que hoje é um dia marcante na história da cidade, que se reencontra com seu Centro. Ele reconheceu que haverá impacto no trânsito com o fechamento da Perimetral, mas disse que : "Pior do que está não pode ficar":

— É óbvio que para fazer omelete tem que quebrar os ovos. A mobilidade no Centro é pateticamente ruim. Todo dia, toda hora. É um absurdo. Pior do que está não pode ficar. Vamos viver um período de transição para ter uma solução definitiva. Estamos implantando uma série de alternativas e pedindo as pessoas que usem transporte público. Cidade com carro não tem jeito. Para as coisas mudarem a gente enfrenta alguns transtornos. Pedimos a compreensão da população — disse o prefeito. — É o dia que a cidade se reencontra com seu Centro, com a sua história. O porto tem tudo a ver com o desenvolvimento do Rio. Essa obra recupera uma série de equipamentos da história. Uma área desconhecida que o carioca vai descobrir.

Sobre as vigas que desapareceram do elevado da Perimetral, o prefeito disse que os responsáveis serão punidos e terão de ressarcir os cofres públicos.

O prefeito comentou também sobre os relatórios do Tribunal de Contas do Município (TCM) que tratam do atraso na obra do corredor expresso Transolímpica, que ligará a Barra a Deodoro:

— Também acho que está atrasado. Mas foram necessárias muitas negociações e muito diálogo. A questão de Magalhães Bastos (desapropriações) foi um ano e meio de diálogo. Dá trabalho mesmo. E admiro muito aqueles que ficam no gabinete sentados em ar refrigerado, engenheiros de gabinete que nunca tocaram uma obra fazendo pareceres. Acho que eles cumprem um papel, mas o que importa é essa gente que está aqui fazendo acontecer e vou entregar todas as obras. Os urubus de plantão vão ficar irritados porque a cidade está acontecendo e vai continuar acontecendo. Os Yellow Blocs“ é que vão comandar esse processo. Não vai haver força nesse mundo que vença os Yellow Blocs do Paes.

De acordo com o secretário de Transportes, Carlos Roberto Osório, o objetivo do teste de hoje é verificar as condições operacionais da nova via:

— Além das condições viárias, vamos testar o posicionamento dos agentes e correções de tempos de sinais, se for preciso. Mas principalmente a interseção dessa via nova no sistema viário da cidade.

Ainda de acordo com o secretário, a racionalização da entrada de ônibus intermunicipais e vindos das Zona Oeste no Centro da cidade não vai prejudicar os passageiros:

— Não vai haver perda para o passageiro, simplesmente vamos tirar ônibus que não precisam entrar no Centro. Que chegam praticamente vazios. Todo nosso esforço é pelo transporte público. Quero dizer ao carioca com muita franqueza: os impactos das obras no Centro serão tanto menores, quanto maior for a adesão pelo transporte público, deixando o carro particular em casa — sugeriu.

Fonte: O Globo


Nenhum comentário:

Postar um comentário