Vereadores exigem cancelamento de audiência da CPI dos Ônibus

Grupo vai entrar com mandado de segurança na Justiça, pedindo a revisão da proporcionalidade da Comissão



Rio - O grupo de oito vereadores da oposição entrará ainda nesta quarta-feira com um mandado de segurança na Justiça, pedindo a revisão da proporcionalidade da CPI dos Ônibus. O pedido virá acompanhado de uma liminar exigindo o cancelamento da primeira audiência pública da Comissão, marcada para esta quinta-feira, às 10h, no Plenário da Câmara.

Integrante do grupo, a vereadora Teresa Bergher (PSDB) disse que a assessoria jurídica da oposição está terminando de anexar documentos para acionar a Justiça. "Este mandado é baseado no desrespeito à proporcionalidade. Um bloco de 24 vereadores da base governista não pode tomar conta desta CPI e onde está a minoria?", questionou a vereadora.

Além de Teresa, Jeferson Moura (PSOL), Eliomar Coelho (PSOL), Paulo Pinheiro (PSOL), Reimont (PT), Brizola Neto (PDT), Márcio Garcia (PR) e Renato Cinco (PSOL) integram o grupo de opositores.

Fonte: O Dia