Rio: primeira reunião da CPI dos Ônibus termina em protesto e confusão



Descontentes com os resultados da primeira reunião da CPI dos Ônibus na Câmara de Vereadores do Rio, na manhã desta quinta-feira (15), ativistas fizeram protesto dentro e fora da câmara, inclusive bloqueando o trânsito na Avenida Rio Branco, no Centro, causando grande engarrafamento na cidade.

A reunião durou cerca de 40 minutos e terminou por volta das 10h40. Um grupo utilizando mordaças fez um protesto durante a sessão, que foi aberta pelo vereador Chiquinho Brazão (PMDB), que preside a CPI. Logo depois os vereadores Eliomar Coelho (PSOL) e Reymont (PT), suplente na CPI, se retiraram da sessão por não concordarem com uma série de itens da comissão.

Os manifestantes querem a anulação da instalação da CPI e a renúncia dos quatro integrantes que não assinaram o requerimento de instalação, entre eles o presidente eleito, Chiquinho Brazão. Os ativistas também cobram a convocação do empresário Jacob Barata, dono de empresas de ônibus. 

Foram marcadas as datas de cinco das seis audiências que serão realizadas pela Comissão. A próxima acontecerá na quinta-feira (22) e vai tratar da licitação dos consórcios dos ônibus. 

Fonte: JB

A CPI não pode seguir em frente enquanto não houver justiça na escolha dos seus integrantes. O povo é valente e está atento a tudo o que acontece por aqui. Estamos na luta, e no que depender de nós A CPI NÃO TERMINARÁ EM PIZZA.

Comentários

Postagens mais visitadas