REPERCUSSÃO DA NOSSA LUTA NA IMPRENSA



Uma terça-feira tensa no Congresso Nacional, após um dia de debates sobre as votações que iriam ocorrer à noite. Depois de muitas negociações, os líderes da base aliada do governo e o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, e do Senado, Renan Calheiros, decidiram levar a votação apenas quatro dos seis vetos que trancam a pauta da Casa.  

Mas, antes dos trabalhos começarem no Congresso, o plenário da Câmara foi invadido por manifestantes que defendiam a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 300, que institui o piso nacional para policiais militares e bombeiros, e também pelos que defendiam a manutenção do veto ao Ato Médico.

Por causa da ação dos manifestantes, o presidente da Casa, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) suspendeu a sessão até que todos se retirassem do plenário. Alguns parlamentares negociaram a saída dos manifestantes e eles começaram a deixar pacificamente o plenário.

Fonte: JB

JUNTOS SOMOS FORTES!