Paes diz que respeita CPI dos Ônibus, mas 'preferiria que não tivesse'




O prefeito do Rio, Eduardo Paes, afirmou que não tem nenhum problema com a investigação da CPI dos Ônibus e negou que, por conta do maior número de vereadores da base aliada, a Câmara dos Vereadores seja subserviente ao Poder Executivo. Ainda assim, em entrevista com ativistas de redes sociais transmitida pela internet na noite desta quinta-feira (15), ele assumiu que gostaria de esclarecer os contratos entre Prefeitura e concessionárias do transporte público de outra maneira. "Eu preferiria que não tivesse uma comissão parlamentar investigando, preferia poder explicar naturalmente o que está acontecendo", afirmou. 

Fonte: G1

Acreditamos que em breve saberemos os motivos pelos quais o prefeito e seus aliados têm rejeitado esta CPI tão relevante.