SEDE DO PARTIDO DA REPUBLICA - PR - É ALVO DE ABUSO POR PARTE DO TRE/RJ


Fiscais em flagrante abuso de autoridade vasculham e fotografam até documentos pessoais que estavam em cima das mesas

O TRE - RJ atendeu ao pedido do PMDB para apreender os exemplares do jornal A República, edição de maio. É bom deixar claro que todas as informações e imagens do jornal foram publicadas pela mídia. Não havia uma única linha que já não fosse do domínio público. Mas Sérgio Cabral, Pezão e a Gangue dos Guardanapos querem impedir que a população conheça a verdade. Os advogados do PR vão recorrer da apreensão. Mas isso é uma coisa, o que aconteceu na operação dos fiscais da Justiça Eleitoral ma sede do PR - RJ, na Avenida Rio Branco, ultrapassou os limites da lei, ignorou a decisão do TRE - RJ, que determinou unicamente a apreensão dos jornais. 


Os fiscais bateram fotos de todos os funcionários do partido, assim como de documentos que estavam em cima das mesas, e até de e-mails pessoais que estavam impressos. O mandado era claro e não permitia esse tipo de atuação intimidando as pessoas.

Por esse motivo, os advogados do PR estão ingressando com ação no TRE, onde, entre outras coisas, requerem o sigilo de justiça no caso, para preservar a intimidade de pessoas que tiveram seus rostos fotografados, além de documentos pessoais. 


Mandato: Nada mais nos surpreende, agora os advogados partirão pra cima dos responsáveis que coordenaram este atropelo a democracia.