Pular para o conteúdo principal

HOJE NOSSOS BOMBEIROS TIVERAM MUITO TRABALHO PELA CIDADE


Chuva acompanhada de ventos derruba árvores em toda a cidade

Trecho da Avenida Marechal Floriano, no Centro, foi interditado. Em São Conrado, uma árvore caiu sobre um carro na Niemeyer

Rio -  A forte chuva acompanhada de rajadas de vento que atinge Rio causou a queda de árovres em diferentes pontos da cidade na manhã desta segunda-feira.
Na Avenida Marechal Floriano, no Centro do Rio, uma árvore caiu sobre uma van na altura da Rua Tomé de Souza, interditando a via do local até a Rua Visconde da Gávea. Bombeiros foram acionados para o local, mas ainda não há informações sobre feridos e nem para onde foram levados.
O desvio no sentido Central do Brasil é feito pela Rua Tomé de Souza. No sentido Praça XV, desvio realizado pela Rua Visconde da Gávea. Agentes da concessionária Porto Novo e dos bombeiros estão no local. Ainda não há informações sobre feridos. O trânsito na região está complicado.
Árvore cai sobre van no Centro do Rio | Foto: Leitor @ROBERTOMARAUJO
Árvore cai sobre van no Centro do Rio | Foto: Leitor @ROBERTOMARAUJO
Ainda no Centro, a Rua México na altura da Rua Santa Luzia, foi interditada devido à queda de árvore na via. Agentes da CET-Rio e a Guarda Municipal estiveram no local e realizaram o desvio pela Avenida Presidente Wilson. Trânsito ficou lento no local, que foi liberado somente às 12h24.
Em São Conrado, uma árvore caiu em cima de um carro na Avenida Niemeyer, próximo ao Hotel Sheraton. Ninguém ficou ferido. O trânsito apresentou lentidão e o trecho só foi liberado por volta de meio-dia.
Duas árvores caíram na Autoestrada Grajaú-Jacarepaguá, próximo ao km 3 e a Cabana do Catonho, ocupando uma faixa em ambos os trechos no sentido Jacarepaguá. O tráfego ficou lento. Na Avenida Ayrton Senna, duas faixas também foram ocupadas por uma árvore próximo ao Barra Music, no sentido Linha Amarela, causando retenções ao longo da via.
Árvore caiu na Praia do Flamengo, na Zona Sul | Foto: Leitor @Victinhu
Árvore caiu na Praia do Flamengo, na Zona Sul | Foto: Leitor @Victinhu
Chuva forte causa complicações na manhã desua segunda-feira
Os cariocas foram pegos de surpresa no início da manhã desta segunda-feira pela forte chuva que atingiu a cidade. Já choveu forte com rajadas de vento em diversos pontos do Centro do Rio, da Zona Sul, Norte e Oeste. A mudança repentina do tempo causa complicações no trânsito.
Em Copacabana, houve rajadas de vento de 93,2km/h, consideradas muito fortes, de acordo com o Inmet. Ventos fortes também atingiram a região da Jacarepaguá (68,4km/h), Marambaia (65,9km/h) e no Aeroporto Santos Dumont (58km/h).
Também choveu forte em alguns pontos da Baixada Fluminense, de Petrópolis e em Angra dos Reis. Às 7h30, os municícios de Niterói e São Gonçalo entraram em Estágio de Atenção devido a forte chuva que atinge as regiões. Às 7h50, Petrópolis, Teresópolis e Baixada Fluminense entraram em Atenção.
O Aeroporto Santos Dumont operou com o auxílio de instrumentos para pousos e decolagens grande parte da manhã. Já o Aeroporto Internacional Tom Jobim opera no visual para os dois procedimentos.
Chuva causa problemas no Metrô e SuperVia
A chuva acompanhada de ventos fortes causou a queda de árvore entre as estações Pavuna e Colégio, causando a interrupção da linha 2 do metrô na manhã desta segunda-feira. A circulação ficou interrompida por 20 minutos, causando atrasos.
Os trens da SuperVia circularam com velocidade reduzida e com maior tempo para o embarque e desembarque de passageiros devido ao mau tempo, o que causou atrasos na circulação.
O Teleférico do Complexo do Alemão teve o funcionamento interrompido por volta das 7h. Os passageiros foram avisados por meio de sistema sonoro nas gôndolas e desembarcaram em suas estações de destino.
Município do Rio em Estágio de Atenção
A cidade do Rio de Janeiro entrou em Estágio de Atenção às 6h05 desta segunda-feira, devido à chegada de uma frente fria sobre a cidade.
O Estágio de Atenção, segundo em uma escala de quatro, é caracterizado pela possibilidade de chuva moderada, ocasionalmente forte, nas próximas horas. Já o Estágio de Alerta é caracterizado pela possibilidade de chuva forte com alagamentos e deslizamentos isolados.
Fonte: O Dia

Comentários

  1. Esses são os verdadeiros herois.
    Bombeirada e policiais vamos votar certo para governador.DEPUTADOS NÓS JÁ SABEMOS.

    ResponderExcluir

Postar um comentário