A revolta da Guarda Municipal do Rio



Fonte: Blog do Garotinho

MANDATO: Gostaria de esclarecer que não estamos nos posicionando contra  nenhum irmão policial, mas sim contra esta escravizante política de gratificações, a qual rejeitamos veementemente. A princípio, Policiais e Bombeiros precisam ser bem remunerados, depois disso, pode-se pensar em gratificar àqueles que por ventura exerçam alguma atividade específica. Do contrário, a gratificação funciona como moeda de ameaça,  caso o militar não cumpra os absurdos determinados pelos seus chefes, são transferidos sorrateiramente de suas unidades, perdendo assim a mísera gratificação, que já entrou em seu orçamento, desorganizando a vida familiar daquele militar.