segunda-feira, 18 de março de 2013

DESCASO ABSOLUTO COM A REGIÃO SERRANA DO RJ


Sobe para treze o número de mortos em Petrópolis por causa das fortes chuvas


 As fortes chuvas que caíram em Petrópolis, na região serrana fluminense, entre a noite de domingo (17) e a madrugada desta segunda-feira (18), deixaram pelo menos dez mortos, segundo a Secretaria Estadual de Defesa Civil do Rio de Janeiro.
Dois técnicos da Defesa Civil estão entre as vítimas. Eles trabalhavam no resgate de desaparecidos na Vila São Joaquim, próximo à Rua Espirito Santo, no bairro Quitandinha, e acabaram soterrados. 
As chuvas provocaram inundações em vários pontos da cidade. Segundo o secretário estadual do Ambiente, Carlos Minc, os rios Quitandinha e Piabanha transbordaram. “O Rio Piabanha é o que mais nos preocupa porque corta Petrópolis de ponta a ponta”, disse Minc.
A Rodovia Rio-Juiz de Fora está parcialmente interditada em sete pontos, em razão de deslizamentos de terra. O trecho de subida da serra, na altura do quilômetro 75, chegou a ficar completamente fechado, mas foi liberado no fim da madrugada de hoje.

Chuva castigou Petrópolis
Chuva castigou Petrópolis

Segundo a Defesa Civil, pelo menos 50 pessoas estão desalojados em três bairros e um sub-bairro de Petrópolis. "O governo do estado mobilizou toda a sua estrutura, especificamente a do Instituto Estadual do Ambiente com máquinas e caminhões para que a gente possa desobstruir vias", afirmou o secretário estadual de Defesa Civil do Rio de Janeiro, Sérgio Simões. De acordo com Simões, em Petrópolis choveu mais de 300 milímetros em 24 horas. O volume de chuva esperado em um mês no município é 270 milímetros.
O prefeito de Petrópolis, Rubens Bomtempo, destacou que a prioridade no momento é resgatar os corpos das vítimas. "Decretamos ponto facultativo nas escolas. Os serviços estão prejudicados e continua chovendo na cidade. O governo do Estado disponibilizou máquinas e pessoal para ajudar nos trabalhos."
O desgaste que esta questão já gerou, excede toda forma de compreensão que poderíamos alcançar. Este é o exemplo cabal do mais total e absoluto descaso e desinteresse do governo do estado, e também por parte do poder judiciário que definitivamente cruzou os braços e não toma nenhuma providência a despeito da má administração deste governo, que já é responsável pela perda de inúmeras vidas, através de acidentes que poderiam ter sido evitados se os investimentos programados tivessem sido feito. 
A decepção, frustração, indignação, dor e impotência que sinto ao escrever este comentário é imensa, a ponto de acreditar que só uma mobilização muito intensa e firme, sem tempo pra terminar, por parte da população desta região, poderá salvá-los de futuros casos semelhantes. Infelizmente temos admitir que o povo da região serrana estão
Fonte: jb online
ABANDONAAAAAAAAAAAADOS!!!!!!!!!!!  










4 comentários:

  1. Na minha ótica existe uma especie de estrece na natureza, como em um corpo doente, começou a atingir os locais saldáveis, aonde a qualidade de vida era aprazivel!Isso as vezes vem de longe e eclode na natureza mais pura, como um sinal de socorro! E é isso que deve ser focado, além das medidas das a ditas ações de defesa Civil. tem por mim que essas ações devem começar e deve ser a priores da universidades, das pequisas, nas planchetas! Criar um Sistema de informações de pesquisa biológicas, geológicas etc, conhecer e monitorar o terreno palmo a palma e a nova realidade da natureza de todo Sistema da bio diversidade, para tomadas de decisão! Contratar pessoa qualificado para isso e parceria com incentivo as pesquisas de Campo!

    ResponderExcluir
  2. EXISTE UMA MANEIRA MUITO SIMPLES DE RESOLVER
    VÁRIOS PROBLEMAS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO,NÃO
    VOTEM NO PMDB E PT.
    SIMPLES NÃO É.

    FORA CORRÚPTOS, CHEGA DE ROUBALHEIRA.

    ASS. ELEITOR REVOLTADO

    ResponderExcluir
  3. estes, são os que foram chamados de arruaceiros, bandidos, baderneiros.....desocupados....o que dizer dos que disseram isso???

    ResponderExcluir
  4. Vândalos,vagabundos,e preguiçosos,são as autoridades,que estão usurpando os cofres públicos,pois enquanto houver seca no nordeste e enchentes nos Estados seja onde for e principalmente no RIO DE JANEIRO,as verbas Federais vem e o dinheiro desaparece,lembram de TERESÓPOLIS,ONDE O PREFEITO FOI EXONERADO OU EXPULSO E NÃO DEVOLVEU OS MILHÕES.ESSE É O PAÍS DA COPA DO MUNDO E DAS OLIMPÍADAS.NÓS CIDADÃOS QUE PAGAMOS MUITOS IMPOSTOS NÃO TEMOS DIREITO NENHUM,QUE O DIGA AS ENCHENTES.CIDADÃO SÓ QUER DIGNIDADE,NEM ISSO TEMOS.

    ResponderExcluir