Fomos convocados para depor no Inquérito Administrativo do Ministério Público

Hoje, dia 06 de Fevereiro, tomamos conhecimento pelo jornal O GLOBO que foi instaurado um procedimento apuratório destinado a investigar, entre outros itens, a qualidade da atuação do poder público na fiscalização do cumprimento de normas de segurança contra incêndio e pânico. 

Outras informações veiculadas na mídia já apontam para uma possível relação entre oficiais do Corpo de Bombeiros e empresas que oferecem serviços, relacionando alguns casos. 

Na promotoria fomos recebidos pelo Promotor de Justiça responsável pelo inquérito, o Dr. Alberto Flores Camargo, que educadamente permitiu a vista dos autos e me convocou para depor após o carnaval.

Certo de que os oficiais que fazem do Corpo de Bombeiros um escritório de suas empresas, que usam a Seção de Serviços Técnicos como uma ferramente de captação de clientes, que constrangem cidadãos vendendo facilidades, que envergonham a nossa tão querida Corporação representam uma minoria esmagadora, convoco todos os oficiais e praças, bombeiros honrados, a continuarem encaminhando as denuncias para o email  "vereadormarciogarcia@gmail.com", que as mesmas estão sendo distribuídas para as competentes promotorias.

Já sabemos que "medidas preventivas" estão sendo deflagradas por alguns oficiais que tentam se eximir de suas responsabilidades. Livros de registros, cópias de documentos etc estão desaparecendo.

Se você é uma pessoa íntegra e não concorda com essa covardia e entende que foi esse tipo de prática que condenou mais de 200 jovens à morte na tragédia ocorrida no Rio Grande do Sul, não participe! Recuse! Não Permita! Entregue o Comando! E que Deus o abençoe abundantemente.





Comentários