Mesmo depois da derrota de ontem na justiça, Cabral não desiste de retirar índios.



Reprodução da Folha de S. Paulo
Fonte: Folha de São Paulo

Mesmo depois da derrota de ontem na justiça, quando perdeu a liminar que autorizava a demolição do prédio,Cabral, através do Secretário de Assistência Social faz uma proposta ridícula, beirando ao desrespeitando a inteligência dos indígenas, tentando retirá-los do museu para aldeias que nem existem mais. 
Enquanto isso, nós, através do mandato estamos numa corrida contra o tempo para conseguirmos convocar uma assembleia extraordinária (pois a casa está em recesso) aqui na câmara para decidirmos sobra o projeto de lei que versa sobre o tombamento deste patrimônio histórico, e que hoje serve de abrigo para inúmeras famílias.