PF apura acusação de fraude em eleição no Rio

A Polícia Federal apura uma acusação de que houve fraude nas eleições municipais no Estado do Rio de Janeiro a partir da violação na transmissão dos votos pelo sistema online do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Segundo afirmações de um hacker, que pediu para não ter o nome publicado, colegas alterariam a pedido de políticos e partidos o resultado das eleições antes da totalização dos votos pela Justiça Eleitoral.
Isso ocorreria, segundo ele, por meio da obtenção fraudulenta de login e senha de acesso ao sistema. As investigações começaram a partir de suas declarações. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.
Ele diz que a invasão ocorreria depois da transmissão de 50% dos dados das urnas eletrônicas para o Tribunal Regional Eleitoral. Segundo o hacker, a invasão teria sido feita por meio do sistema de transmissão de dados online da empresa de telecomunicações Oi. A Oi informou, por meio de sua assessoria, que o sistema é seguro.
O TSE, que também já manifestou várias vezes em ocasiões anteriores que o sistema é seguro, disse que só se pronunciará caso o resultado de alguma votação seja questionado judicialmente. O inquérito para apurar o caso foi aberto pela PF antes do segundo turno. No dia das eleições (28 de outubro), a corporação acompanhou a "invasão" junto com o hacker delator, mas afirma que nada foi comprovado.

 Fonte: http://www.jb.com.br/rio/noticias/2012/12/14/pf-apura-acusacao-de-fraude-em-eleicao-no-rio/

Comentários