O EXTRA NÃO DÁ UMA FOLGA PARA O SECRETÁRIO DE DEFESA CIVIL

Explosão em mercado teve menos bombeiros que incêndio na cobertura do secretário de Saúde

Bombeiros socorrem vítimas após explosão em padaria de supermercado de Irajá
Bombeiros socorrem vítimas após explosão em padaria de supermercado de Irajá

Bruno Cunha, Brunho Rohde e Guilherme Amado
Tamanho do textoAAA
Uma explosão de gás deixou sete feridos ontem na padaria do supermercado Multi Market, em Irajá. Apesar do alto risco de morte — pelo menos dois dos feridos saíram correndo pela rua com as roupas em chamas —, apenas um quartel, o do bairro, foi acionado para o atendimento, enviando ao local 30 socorristas. O procedimento foi bem diferente do adotado na madrugada de sexta-feira, dia 26 de outubro, quando um incêndio no apartamento do secretário estadual de Saúde, Sérgio Côrtes, o deixou ferido no tornozelo. Para socorrê-lo, nada menos do que 37 homens, de quatro quartéis, foram acionados.
— No incêndio do Côrtes, teve dois pesos e duas medidas. A resposta dada foi um exagero — resumiu um bombeiro que atuou no socorro.
Dezenas de bombeiros se reúnem para combater as chamas na cobertura do secretário estadual de Saúde, Sérgio Côrtes
Dezenas de bombeiros se reúnem para combater as chamas na cobertura do secretário estadual de Saúde, Sérgio Côrtes

Em Irajá foi diferente, segundo testemunhas:
— Os bombeiros levaram uns 40 minutos para chegar. Os feridos estavam deitados na calçada. Foi um desespero vê-los pegando fogo. Rasgamos a roupa — lembra o açougueiro Gualberto Martins, salvo porque estava dentro do frigorífico no momento da explosão.
O Corpo de Bombeiros negou a demora. "Constam nos registros que os bombeiros foram acionados às 7h38m e chegaram às 7h45m", disse a corporação, em nota.
Sem privilégio
Ao longo do dia, outras ocorrências também receberam atenção bem menor do que a dispensada a Côrtes.
No Centro, um incêndio destruiu pelo menos três barracões de escolas de samba do Grupo de Acesso. Somente os homens do Quartel Central foram à Zona Portuária.
Em Copacabana, o princípio de um incêndio em um apartamento na Rua Constante Ramos, em Copacabana, acionou os bombeiros do bairro. Novamente, apenas de um quartel. Não era o apartamento do secretário Sérgio Côrtes.


Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/rio/explosao-em-mercado-teve-menos-bombeiros-que-incendio-na-cobertura-do-secretario-de-saude-6606878.html#ixzz2B0nED8fU


COMENTARIO: SE CONTINUAR NESSE RÍTIMO, COM UM ESCANDALO POR SEMANA, NOSSO SECRETÁRIO NÃO VAI RESISTIR MUITO TEMPO.

Comentários

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. Primeiro gostaria de parabenizar o Vereador Márcio Garcia e desejar muita sorte nesta nova empreitada em sua vida, e que desde já é possivel prever que será vitoriosa. Em relação a nota do extra este é apenas um exemplo de muitos que poderiam ser dados em que este Secretário de Defesa Civil e Comandante Geral do Corpo de Bombeiros consegue aferir duas medidas diferentes utilizando o mesmo peso.

    ResponderExcluir
  3. No 6ºgbm,mais precisamente em Cantagalo,Cordeiro,etc,estamos tirando serviço com 4 bombeiros , 2 viaturas e cobrindo uma area muito extensa,vale ressaltar a area de atendimento -Cantagalo 4/6 (cantagalo,macuco,são sebastião do alto) Cordeiro-(cordeiro,santa maria madalena,trajano de moraes),considerando que são municipios longe uns dos outros e ainda ficamos isolados sem meio de comunicação.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas